Histórico

Mais votados

Cadastre-se

Preencha os campos abaixo para receber o Boletim do Empreendedor gratuitamente:


Três lições que o empreendedor pode tirar da trajetória do Twitter

Edição: 01/2014

O Twitter fez sua estreia na Bolsa de Valores de Nova York em novembro de 2013 e já começou com as ações em alta. Diante da trajetória de sucesso da rede social dos 140 caracteres, o Estadão PME conversou com o coordenador do curso de graduação em Administração da Fiap, Cláudio Carvajal Júnior, sobre quais lições um empreendedor pode tirar dessa história.






1ª lição: Simplicidade
De acordo com o professor, o Twitter é um case interessante para quem quer criar uma startup porque se trata se uma ideia extremamente simples (criar uma plataforma para as pessoas trocarem mensagens curtas - espécie de SMS via internet).

"Às vezes, o empreendedor está tão preocupado em descobrir alguma coisa genial, muito complexa e acaba não enxergando uma simplicidade, uma solução para a vida das pessoas. Não precisa criar algo complexo para criar inovação e criar um case de sucesso. Ideias extremamente simples, como a maioria das ideias inovadoras, se tornam mudanças significativas de mercado", destaca o professor.

2ª lição: empreender com baixo investimento
Carvajal afirma que a história do Twitter reforça esse contexto de que temos um cenário onde as pessoas podem empreender com baixo investimento e ter um ganho de escala. "Tivemos o caso do Facebook, do Twitter. Empresas que surgiram como startup e hoje fazem um enorme sucesso", diz.

Outro ponto importante é a inovação, não só para criar uma empresa. "Sem inovação, mesmo as empresas já consolidadas não sobrevivem. Casos como Facebook e Twitter reforçam a ideia que as pessoas precisam compreender esse mundo digital, conectado, para poderem atuar", completa.

3ª Lição: Retorno nunca é imediato
O Twitter foi criado em 2006 e realizou seu IPO (oferta pública inicial de ações, na sigla em inglês) nesta quinta-feira. "Alguns empreendedores que converso, muitas vezes têm uma visão um pouco glamorosa do empreendedorismo. Querem abrir uma startup, porque está na moda e acham que vão ganhar muito dinheiro de forma rápida. É uma caminhada longa. É curta em relação a outros cases de empresas do passado, mas não é imediata, precisa ter um pouco de paciência", alerta.

Fonte
Estadão PME

 

Deixe seu comentário:









Digite este número...

O que você achou desta matéria?

Vote e ajude-nos a melhorar.



Os seu e-mail e o seu CPF não serão exibidos nos comentários. Eles serão guardados em nossa base para podermos atender você, cada vez melhor!

Comentários (1)

-
Boa noite, realmente estou como empreendedor com minha esposa a um ano e estamos para desistir com estas três liões vamos ter mais um pouco de paciência.
-
Olá Altenar, boa tarde!

Obrigada por comentar. Você pode fazer uma consultoria presencial em uma de nossas unidades. Nossos consultores estão prontos para recebê-lo e orientá-lo. Acesse nosso portal bit.ly/1idRBBd e encontre o Sebrae mais próximo de você.

Agende um horário com um consultor SEBRAE/PR e tenha um atendimento gratuito e personalizado. Para agendar ligue, 0800 570 0800.

Aguardamos a sua visita!


Boletins especiais