Histórico

Mais votados

Cadastre-se

Preencha os campos abaixo para receber o Boletim do Empreendedor gratuitamente:


Os 7 dispositivos para se prestar atenção em 2014

Edição: 02/2014

A revista Scientific American listou alguns dos novos dispositivos que vêm para suprir a demanda dos que ainda não estão satisfeitos com as tecnologias atuais. Boa parte ainda está sendo desenvolvida e não está disponível para venda, e alguns buscam financiamento coletivo em sites como Kickstarter e Indiegogo.



Segue a lista dos 7 dispositivos para se prestar atenção em 2014:

Superfície 3D multitoque: Telas sensíveis ao toque têm desempenhado um papel crucial na crescente popularidade dos smartphones e tablets. A Ractiv quer expandir essa ferramenta para qualquer objeto pelo sensor de imagem Haptix. Ele pode ser colocado em qualquer superfície plana ou presa na tela do computador, e o usuário será capaz de controlar a ação como em uma tela multitoque, tocando-a, apertando os dedos ou passando sua mão. A Ractiv planeja lançar o Haptix a partir de fevereiro ou março. Preço: US$ 75.

Segurança biométrica pelo ritmo cardíaco: A pulseira biométrica nymi promete reconhecer seu portador por meio do seu ritmo cardíaco. Uma vez que o nymi confirme a identidade da pessoa que o usa, a ideia é que a pulseira passe a comunicar, sem o uso de fios, com qualquer dispositivo ou site de acesso limitado, eliminando a necessidade de PINs e senhas. A Bionym, fabricante dessa novidade, espera lançar seu produto na metade de 2014. Preço: US$ 80.

Relógio localizador de crianças: Não é seguro confiar às crianças pequenas um smartphone, que pode ser facilmente perdido ou quebrado. É por isso que Fillip Technologies criou um dispositivo para ser usado no pulso. Colorido, o aparelho faz ligações, manda SMS ou e fornece a localização da criança. Usando o aplicativo Filip, os pais podem pré-programar cinco números de telefone. O aparelho também inclui GPS, celular GSM e Wi-Fi. O Filip estará disponível somente a partir de novembro do ano que vem. Preço: US$ 200.

Mouse em forma de bastão: Nas últimas décadas, o mouse tem sido uma ferramenta essencial para transformar os computadores em aparelhos domésticos comuns. Gordon Steward, fundador da empresa de design gNov8, quer mudar o conceito desse aparelho com o gStick, um mouse em forma de bastão. O gStick funciona com Macs e PCs, e tem um rollerball de cerâmica em sua ponta. Ele foi projetado para atrair usuários de softwares de pintura, desenho, edição de fotos, design e jogos. O mouse é esperado para janeiro. Preço: US$ 27 a US$ 57.

Caneta para Impressão 3D: As impressoras 3D têm se tornado mais populares e relativamente acessíveis. Mas algumas empresas estão indo além e criando canetas de impressão 3D. A 3Doodler, das WobbleWorks, permite criar pequenas estruturas de plástico ABS (material utilizado por muitas impressoras 3D) no ar ou em superfícies. Ela expele plástico aquecido, que rapidamente se resfria e se solidifica em uma estrutura estável. A WobbleWorks deve lançá-la de fevereiro. Já a SwissPen também permite aos usuários criar objetos 3D, bem como desenhos 2D, Ela trabalha com filamentos de plástico mais fino que a 3Doodler, e era esperada para estar disponível neste Natal.
Preço: US$ 100 (3Doodler); US$ 115 (SwissPen).

Jaqueta com GPS: Por que tirar os olhos da estrada para olhar o GPS, quando sua roupa pode guiá-lo para o seu destino? A Wearable Experiments, com sua Navigate Jacket, que tem um GPS embutido e usa lâmbadas de LED, quer mudar essa situação. As informações são passadas ao usuário de forma tátil e pelas listras de LED ao longo das mangas. Quando a a próxima curva estiver chegando, vibrações em uma das mangas dizem para qual direção virar. Um aplicativo de smartphone carrega estas instruções para a jaqueta. A ideia é fazer uma edição limitada até junho de 2014. Preço: US$ 250 a US$ 500.

Sensor de exposição à luz solar: Como saber o tempo ideal para ficar no sol, que seja suficiente para a produção de vitamina D e evite a exposição nociva aos raios ultravioleta? A SunFriend tenta resolver este dilema com a Pulseira UVA + B, projetada para monitorar a exposição aos raios ultravioleta e alertar quando é a hora de ir para dentro de casa ou aplicar um protetor mais pesado. A pulseira é polêmica, já que não leva em conta o histórico de câncer de pele na família ou a exposição anterior, o que poderia mudar o tempo ideal para cada pessoa. Ela estará à venda no final de março ou no início de abril. Preço: US$ 50.

Fonte
Pequenas Empresas & Grandes Negócios

 

Deixe seu comentário:









Digite este número...

O que você achou desta matéria?

Vote e ajude-nos a melhorar.



Os seu e-mail e o seu CPF não serão exibidos nos comentários. Eles serão guardados em nossa base para podermos atender você, cada vez melhor!

Boletins especiais