Histórico

Mais votados

Cadastre-se

Preencha os campos abaixo para receber o Boletim do Empreendedor gratuitamente:


Preparando o estoque para o fim de ano

Edição: 12/2010

É a partir dos dados históricos do próprio negócio que o empresário consegue estimar a quantidade de mercadorias que precisa comprar para mitigar o risco de ficar com estoque encalhado e precisar fazer liquidação no começo de 2011. Para Nazarian, presidente do Sindilojas-SP (Sindicato dos Lojistas do Comércio de São Paulo), o lojista que ainda não se preparou para o Natal está um pouco atrasado. "No último final de semana prolongado - do feriado do dia 15 de novembro - já houve aumento de demanda acima do esperado. O consumidor não saiu e está antecipando as vendas de Natal", alerta.

Ainda assim, no entanto, ele assegura que não há motivo para desespero. Aliás, precipitar-se nesse momento pode ser ainda mais prejudicial, afirma. "A dica para quem está atrasado é fazer cotação. Caso contrário, vai pagar mais caro por achar que já perdeu o bonde. É preciso cautela e pesquisa de mercado para encontrar o melhor fornecedor", recomenda. Ele afirma, ainda, que, caso o lojista disponha de caixa suficiente, deve negociar pagamentos à vista com os fornecedores. Isso porque os fabricantes estão passando por um momento de desembolso decorrente do pagamento das horas a mais trabalhadas pelos funcionários nos meses anteriores, justamente os de preparação para atender à demanda de fim de ano.

Para escolher o tipo de produto adequado ao momento, o lojista tem a possibilidade de consultar os estudos realizados por institutos como a Fecomércio (Federação do comércio de bens, serviços e turismo do Estado de São Paulo). "Tem que reforçar as compras, identificando produtos para incrementar o mix. Podem ser produtos típicos de verão e típicos de Natal, como filtro solar, produtos de moda praia e presentes", ilustra Gustavo Carrer, consultor de marketing do SEBRAE/SP. De qualquer maneira, o próprio consultor do SEBRAE afirma que a adequação da oferta à expectativa dos clientes é um exercício de experimentação. "Tem que estar sempre próximo do fornecedor para identificar o que está saindo mais", diz.


Fonte:
http://www.santanderempreendedor.com.br/noticias/gestao/939-natal-oportunidade-de-ouro-para-o-varejo

Deixe seu comentário:









Digite este número...

O que você achou desta matéria?

Vote e ajude-nos a melhorar.



Os seu e-mail e o seu CPF não serão exibidos nos comentários. Eles serão guardados em nossa base para podermos atender você, cada vez melhor!

Boletins especiais