Histórico

Mais votados

Cadastre-se

Preencha os campos abaixo para receber o Boletim do Empreendedor gratuitamente:


Cuidado: o cliente sabe o que você fez no Natal passado

Edição: 12/2010

Todos os lojistas, independente do ramo em que atuam, esperam o período natalino para pegar carona no trenó do Papai Noel e aumentar, consideravelmente, o volume de vendas em seus estabelecimentos. Em meio a tanta ansiedade e expectativa, o lojista não espera outra coisa a não ser um desempenho acima da média do gerente e sua equipe de vendedores. E aí é que entra o grande desafio do comandante da loja: como atrair os clientes (antigos e novos) em um período em que todos estão focados na mesma motivação para vendas, com vitrines, decorações e até promoções muito semelhantes? E mais: será que o cliente não está cansado de ver as lojas com as mesmas estratégias de outros natais? Diante disso, como surpreendê-lo?

A primeira questão é entender que o Natal é uma data tradicional. Em tese, isso significa que não há como fugir de certos padrões. Tem que ter Papai Noel, árvore de Natal e tudo mais que lembre a data mais festiva do varejo. Mas isso não impede você de inovar. Se houver abertura por parte da direção da empresa, procure observar a concorrência e encaminhe sugestões quanto à decoração da loja e, especialmente, sobre produtos que devem ganhar mais destaque na vitrine e nas áreas de exposições. O fator novidade deve ser muito bem analisado. Lembre-se do Natal passado para medir a importância de dar maior visibilidade a um determinado produto.

Tão tradicional quanto o Natal são aquelas reportagens dizendo que este ou aquele é o presente preferido do público. Nisso, já tivemos, por exemplo, o “Natal do videocassete”, o “Natal do celular” e o “Natal do DVD”. E neste Natal, qual será o produto vedete? A resposta pode estar com você. Para isso, é importante buscar informações sobre o mercado em que atua para encontrar algum tipo de tendência quanto a novos produtos. É importante ressaltar que você, com base nas informações que coletou, pode fazer algumas apostas. Ou seja, se quiser se diferenciar e surpreender o cliente, não exponha somente aquilo que o segmento acredita ser o mais “quente”. Se todos estão expondo um produto vermelho, por que não apostar em um produto azul, mostrando e valorizando seus diferenciais?

Se você seguir o caminho de participar dos preparativos e optar pela inovação no período natalino, é imprescindível que dê atenção especial aos vendedores. Uma boa ideia é realizar uma espécie de treinamento específico da equipe para inseri-la no contexto planejado por você. Isto é, não basta encaminhar sugestões para a direção da loja se após serem aprovadas, a aplicação é “capenga”, já que os vendedores ficaram à margem do processo. Nesse treinamento, você vai transmitir informações sobre promoções especiais, condições de pagamento e tipo de abordagem para as vendas de Natal.

Também não esqueça de mantê-los a par dos novos produtos, das novidades que a loja estará comercializando no Natal deste ano. A intenção do treinamento é transmitir informações sobre as estratégias para o Natal, mas dê espaço para que os vendedores se manifestem. Saiba deles, por exemplo, que tipo de uniforme pode ser usado na época natalina (atenção: colocar os vendedores de gorro vermelho não é sinal de inovação!).

Outra boa alternativa para garantir o envolvimento é criar formas criativas de incentivo aos vendedores. Há empresas que realizam festas de fim de ano e incluem premiações (com sorteios ou não) para os vendedores. Isso é uma coisa. Mas o importante é vincular incentivos ao desempenho nas vendas, independente de festas de confraternização. Em parceria com a direção da loja e fornecedores, você pode estabelecer alguns tipos de premiações para os vendedores de melhor desempenho. Por exemplo, dependendo do ramo de atuação da empresa, o campeão de vendas do período natalino pode receber de prêmio o produto mais vendido por toda equipe. Se o produto mais vendido for um aparelho como um iPod (que toca músicas), o campeão recebe um desses como prêmio. Mas você pode incluir outras ideias, desde que estejam de acordo com as condições da empresa e que sirvam realmente de incentivo e não de disputa entre os vendedores.


Para surpreender no Natal
Produtos
• Busque informações para apresentar novidades ao consumidor. Se não quiser espantar os clientes, evite tratar como novidade aqueles produtos já destacados no Natal passado.

Treinamento
• Faça treinamentos específicos com os vendedores para que eles estejam por dentro de toda estratégia traçada para o Natal, dos produtos em destaque às metas almejadas.

Incentivo
• Adicione ao treinamento específico uma boa dose de incentivo, com premiações especiais (produtos da loja, viagens, etc.) para toda equipe e particularmente para os campeões de vendas.

Ações sociais
• Incluir ações de fundo social, como arrecadação de brinquedos na estratégia de vendas, o que vai fazer um bem enorme para todos na loja. Além de valorizar a marca e indicar uma disposição da empresa em ir além dos resultados financeiros registrados no caixa.


Fonte:
http://www.ifd.com.br/blog/2006/11/14/cuidado-o-cliente-sabe-o-que-voce-fez-no-natal-passado/

Deixe seu comentário:









Digite este número...

O que você achou desta matéria?

Vote e ajude-nos a melhorar.



Os seu e-mail e o seu CPF não serão exibidos nos comentários. Eles serão guardados em nossa base para podermos atender você, cada vez melhor!

Boletins especiais