Histórico

Mais votados

Cadastre-se

Preencha os campos abaixo para receber o Boletim do Empreendedor gratuitamente:


Empresas buscaram menos crédito em junho, diz Serasa

Edição: 08/2014

O Indicador de Demanda das Empresas por Crédito recuou 8,6% em junho na comparação com maio, na série sem ajuste sazonal. Ainda segundo a Serasa Experian, houve também uma diminuição de 3,7% na comparação com o mesmo mês de 2013. Já no acumulado do ano até junho, a demanda das empresas por crédito subiu 2,2% ante o mesmo período de 2013.



De acordo com os economistas da Serasa Experian, a queda na demanda das empresas por crédito é reflexo da realização da Copa do Mundo no Brasil, "com a decretação de feriados em várias localidades e datas distintas", dizem. "Além disto, os juros elevados e o baixo dinamismo da economia produziram um quadro de fraco desempenho da busca empresarial por crédito no primeiro semestre de 2014".

Porte
As micro e pequenas empresas foram as que apresentaram a diminuição na procura por recursos de maneira mais intensa. A redução foi de 9,0% na margem, ao passo que o ritmo de queda foi de 3,6% entre as médias empresas e a redução foi de 0,9% nas grandes firmas.

No acumulado dos seis primeiros meses do ano ante igual período de 2013 o cenário é diferente. As grandes empresas lideram o aumento na procura por crédito, com incremento de 9,3%. O crescimento entre as micro e pequenas empresas foi menor, de 2,4%, e, entre as companhias de médio porte, houve queda de 2,6% na demanda por crédito no primeiro semestre de 2014 ante o mesmo período do ano passado.

Setor
O setor de serviços liderou a redução na busca por crédito em junho ante maio (-11,9%), seguido pelo comércio (-8,1%). Apenas a indústria registrou aumento na demanda por crédito no período (2,6%).

No acumulado do primeiro semestre, a indústria aparece em primeiro lugar na lista, com alta de 7,8% na procura por crédito por parte das empresas, seguida pelo setor de serviços (4,2%). Na comparação com os seis primeiros meses de 2013, houve queda do indicador apenas no comércio (-1,0%).

Região
Na abertura dos dados da Serasa Experian, houve queda na demanda por crédito em todas as regiões do País na passagem de maio para junho. O recuo mais expressivo, de 12,6%, foi registrado no Nordeste. No Sudeste a queda foi de 9,0%, no Norte, de 8,2%, no Centro-Oeste, de 7,2%, e de 5,0% no Sul.

De janeiro e junho de 2014, o Centro-Oeste lidera a lista de demanda das empresas por crédito com aumento de 8,0% sobre o mesmo período de 2013. Na comparação com o primeiro semestre do ano passado, o Norte registrou aumento de 7,6%, o Nordeste, de 4,1%, o Sul de 1,1% e a região Sudeste teve o aumento menos expressivo, de 0,5%.

Fonte
Pequenas Empresas & Grandes Negócios

 

Deixe seu comentário:









Digite este número...

O que você achou desta matéria?

Vote e ajude-nos a melhorar.



Os seu e-mail e o seu CPF não serão exibidos nos comentários. Eles serão guardados em nossa base para podermos atender você, cada vez melhor!

Boletins especiais