Histórico

Mais votados

Cadastre-se

Preencha os campos abaixo para receber o Boletim do Empreendedor gratuitamente:


Investimentos e reinvestimentos

Edição: 01/2011

Ao realizar uma análise de investimento é importante criar algumas variáveis de opção para que se possa escolher entre todas, a mais atrativa, especialmente na questão econômica. Esta questão por sua vez, está diretamente associada a fatores quantitativos e financeiros.

Os fatores quantitativos representam as hipóteses de volumes que poderão ser alavancados com esse novo investimento. Algo como, com a implantação desta nova linha de produção quanto será possível elevar no volume de vendas?

Os fatores financeiros representam os resultados possíveis de serem obtidos, e, baseado nestes resultados torna-se possível analisar qual o tempo para retorno do capital investido.

Quando tratar-se de decisões para investimento de menor expressão, algo como comprar algum tipo de equipamento ou veículo, desde que sua representatividade monetária não seja significativa em relação à estrutura operacional e ao porte da empresa, a decisão poderá ocorrer muito mais por aspectos práticos operacionais e qualitativos do que por aspectos da viabilidade econômica.

Algo como: a compra de um novo veículo não impactará na melhoria do desempenho quantitativo e de atendimento ao cliente e também o seu valor não representa muito em relação à capacidade de investimentos pela empresa, mas, esse veículo representa um avanço qualitativo, melhorando a velocidade das entregas e redução de horas paradas por manutenções.

Denominamos de projetos de investimentos quando ocorre a aplicação do capital com o objetivo de obter benefícios econômicos oriundos de lucros obtidos. A seguir, alguns exemplos de investimentos:

• Constituir uma nova unidade de negócios (nova atividade ou nova filial);
• Expansão da unidade já existente;
• Lançamento de novos produtos;
• Substituição de máquinas, equipamentos e veículos;
• Compra de novas máquinas e equipamentos para ampliação do parque fabril ou de vendas ou de execução de serviços;
• Reestruturação da loja comercial com troca de mobiliários e criação de novos visuais de comunicação e layout;
• Construção ou compra de imóvel próprio para o negócio.

Existem também outras hipóteses de investimentos nos âmbitos de aplicações financeiras em instituições especializadas. Nestas, os cuidados também devem ser evidenciados, levando-se em consideração fatores como:

• Escolha de instituições financeiras com tradição no mercado;
• Escolha dos melhores fundos de aplicação;
• Escolha da forma e percentual de remuneração;
• Escolha dos critérios estabelecidos para resgate no tempo pré-determinado e para o resgate emergencial.

Ou, optar por remunerar o capital investido pelos sócios, remunerando-os com parte do lucro obtido ao longo de um determinado período.

Neste caso, é imprescindível preocupar-se pela forma com que deverá ser formalizada esta remuneração e não tão somente efetuar saques na empresa.

Neste caso, muitos cuidados devem ser tomados, pois, do contrário, além da irregularidade com relação ao repasse de valores, temos que considerar a penalização ao empresário através da incidência do Imposto de Renda na figura de sua pessoa física, pois, sem a devida regularização como distribuição de lucros da empresa, o dinheiro obtido pelos sócios passam a ser tributados novamente.

Lembre-se, não basta efetuarem retiradas na empresa porque existem sobras de caixa! É necessário saber planejar os volumes destas retiradas e a maneira formal de fazê-las. Para isso, consulte sempre a sua assessoria contábil.

Também deve ser considerada a real viabilidade para efetuar essa distribuição de lucros ou para realizar novos investimentos. Esta real viabilidade deve ser analisada através de análise crítica ao demonstrativo de resultados e associando-se também à disponibilidade em seu fluxo de caixa.


Não confundir sobra de caixa com lucro da empresa!
Também se deve levar em consideração fatores futuros. Estes fatores dizem respeito a projeções de futuro acerca da empresa ou da linha de produtos onde se pretende efetuar novos investimentos.

Lembrar que o mercado muda, às vezes rapidamente, deve ser uma de suas regras antes de qualquer decisão.

Vamos então, preparar um roteiro de cuidados a serem observados ao iniciar o seu planejamento de novos investimentos ou mesmo de reinvestimentos em seu próprio negócio.

Fatores futuros:
• Projeção de demanda de mercado ao seu produto;
• Projeção sobre tendências de mercado, considerando-se: fatores econômicos, evoluções tecnológicas, ações pela concorrência, ingresso de novos concorrentes, entrada de novos produtos alternativos ou similares, etc.;
• Impactos gerados pela situação econômica do País e do Mundo.

Fatores atuais:
• Análise da lucratividade real obtida no segmento a ser investido ou reinvestido;
• Análise da capacidade de investimento com base na margem atual obtida;
• Análise da capacidade de endividamento levando-se em consideração possíveis alterações de desempenho de vendas e de margens;
• Análise do potencial de mercado para absorver o aumento desejado no volume de produção e vendas;
• Análise do comportamento reativo dos concorrentes diante de novos investimentos.

Elaboração do projeto de investimento
A elaboração do projeto de investimento deve ser a primeira etapa de todo o estudo. Este projeto deve ser composto por:
• Descrição física (detalhamento do layout em suas áreas de produção, comercialização e administração);
• Aspectos mercadológicos (para quem, onde, quanto, quando e por quanto vender);
• Cronograma de implantação;
• Origem dos recursos para investimentos ou fontes de financiamento.

Estimativas de valores para investimento
De posse de todo o projeto de investimento (ou reinvestimento), é hora de projetar os valores orçados, bem como, as projeções de vendas através do impacto pela sua implantação:
• Projeção de valores para investimentos permanentes (imóveis, máquinas, veículos, instalações, etc.);
• Projeção de valores para investimentos em capital de giro (estoques em geral);
• Projeção de valores de vendas ao longo do período de análise (saber projetar capacidade de vendas);
• Projeção de valores de gastos ao longo do período de análise (saber projetar os gastos durante o período de investimento).

Montagem do fluxo de caixa
Além do comportamento atual do fluxo de caixa, considerar também as projeções de entradas e de saídas de caixa com base na implantação do novo projeto. Com isso, deve ser realizada a montagem do fluxo de caixa considerando-se:
• Entradas de caixa em função do volume de vendas já existente;
• Entradas de caixa em função do volume de vendas projetado;
• Saídas de caixa em função da remuneração aos estoques vendidos na situação já existente;
• Saídas de caixa em função da remuneração aos estoques projetados de serem vendidos;
• Saídas de caixa em função dos vários dispêndios ocorridos e necessários ao funcionamento da empresa;
• Saídas de caixa em função dos vários dispêndios projetados a ocorrer em função do novo projeto;
• Saídas de caixa em função da amortização dos novos financiamentos.

Análise da viabilidade do projeto
A verificação da viabilidade de um novo projeto se faz com a combinação de várias simulações, especialmente, a simulação de resultados.
Portanto, recomendamos que você utilize as ferramentas que se destinam à obtenção de dados para elaboração do demonstrativo de resultados. Através da análise desta simulação, poderá ser verificada a viabilidade do projeto. Vá até este módulo e faça suas simulações.

Análise do tempo de retorno do investimento ou payback
Podemos estimar em quanto tempo ocorrerá o retorno do capital investido em função do fluxo de caixa gerado.

O tempo de retorno tem como parâmetro a máxima de que quanto menor o tempo de retorno, melhor! Quanto menor for esse tempo de retorno, significa que a margem de lucro sobre o investimento é maior! Para determinarmos esse tempo de retorno, podemos realizar o cálculo com base no lucro operacional.

Pode ser realizado o cálculo em inúmeras simulações, considerando-se a análise exclusivamente por um novo projeto de investimento ou por todo o conjunto de resultados obtidos na empresa.
Será através das informações apuradas no demonstrativo de resultados que você poderá realizar sua simulação.

Para a sua aplicação prática, apresentamos a ferramenta abaixo, disponível para download no final deste conteúdo.

As células com destaque em amarelo representam células que necessitam ser alimentadas com informações acerca do seu plano de investimentos, aqui representados pelos pontos números 1, 2 e 3.

Os pontos números 4 e 5 representam, respectivamente, o número de meses para retorno do capital investido e o montante a ser amortizado, considerando-se os juros para financiamento deste capital.



Riscos e incertezas
Não obstante, mesmo seguindo todas as nossas instruções, ainda é possível que ocorram fatores que fujam ao seu controle e que poderão até mudar por completo seus planos de trabalho, incluindo a hipótese de se inviabilizar seu projeto depois de formalizado.

É importante então que você esteja preparado também para as seguintes possibilidades:
• Mudanças tecnológicas;
• Surgimento de novos concorrentes;
• Reações de concorrentes que impliquem em mudança de estratégia comercial e de preços;
• Surgimento de produtos complementares ou alternativos;
• Comportamento da economia nacional e internacional;
• Mudanças de políticas governamentais, inclusive mudanças sobre a legislação tributária;
• Produtos de época - sazonalidades;
• Intempéries climáticas.

Veja mais:
Planilha para o cálculo de retorno sobre investimentos


Fonte:
http://www.sebraepr.com.br/portal/page/portal/PORTAL_INTERNET/PRINCIPAL2009/BUSCA_TEXTO2009?codigo=1158

Deixe seu comentário:









Digite este número...

O que você achou desta matéria?

Vote e ajude-nos a melhorar.



Os seu e-mail e o seu CPF não serão exibidos nos comentários. Eles serão guardados em nossa base para podermos atender você, cada vez melhor!

Comentários (2)

-
um bom testo pra decidir sobre investimentos
-
muito bom. interessante. se conseguirmos acompanhar teremos bons resultados, nos empreendedores. e venceremos com certeza.

Boletins especiais