Histórico

Mais votados

Cadastre-se

Preencha os campos abaixo para receber o Boletim do Empreendedor gratuitamente:


4 dicas para montar uma planilha de viabilidade econômica

Edição: 02/2015

Não basta ter apenas uma boa ideia de negócio: a sua empresa precisa ser viável economicamente para fazer sentido investir.

Leonardo Bastos, coordenador do curso de Ciências Econômicas da Faculdade Newton Paiva, explica que montar uma planilha demanda que o empreendedor tenha conhecimentos básicos de finanças e Excel. “Ela não é uma ferramenta que possa ser utilizada sozinha, por isso é importante fazer um estudo de mercado e conhecer seus concorrentes”, completa.



A principal diferença entre uma planilha de viabilidade econômica e uma de viabilidade financeira é que a primeira é feita em regime de competência. Enquanto a segunda, por ser feita em caixa, requer que sejam projetados vários meses para se entender quanto dinheiro haverá em cada mês. O documento é um pouco mais complexo e serve para quem está começando a investir em um negócio.

Saber se o negócio será rentável e quanto tempo você levará para recuperar o capital investido são duas informações importantes que podem ser tiradas da planilha. Luís Lobrigatti, consultor do Sebrae-SP, afirma que todo negócio tem o seu ponto de equilíbrio e é possível prever como ele estará depois de um período de três a cinco anos, por exemplo.

Para Mauricio Galhardo, sócio-diretor e especialista financeiro da Praxis Business, um dos principais erros que os pequenos empresários cometem é o de não simular diferentes cenários para a planilha. “As pessoas são muito otimistas na hora de investir. Você tem que saber seu limite, seja de espaço, estoque ou funcionários”, explica. Confira as dicas de como montar uma planilha.

1. Estude bem sobre o mercado
O primeiro passo para elaborar uma planilha de viabilidade econômica é fazer uma pesquisa de mercado. Descubra quais são as oportunidades, quem são os concorrentes, que tipo de mão de obra necessita, entre outras informações. “Reserva de capital de giro, por exemplo, é importante, pois a empresa não dá resultado logo de cara e isso tem que ser considerado”, afirma Lobrigatti.

Para as projeções da planilha, o empreendedor precisará estimar o preço e o volume de vendas necessárias do empreendimento.

2. Liste todos os gastos
Além de estimar o faturamento de vendas, é preciso reunir os gastos variáveis e fixos do negócio . “O grande erro é que as pessoas se esquecem das pequenas coisas. Por exemplo, gasto com papelaria, limpeza, contador e software. Essas gordurinhas são importantes e quando você já tem um negócio fica mais fácil identificar. Quem tá abrindo do zero vale pesquisar e se informar”, explica Galhardo.

Fornecedores, impostos e comissões são alguns tipos de gastos variáveis. Já nos custos fixos entram o aluguel, salários dos funcionários, contabilidade, pro-labore, entre outros.

3. Seja realista
O desejo de todo empresário é de que tudo dará certo e as expectativas sempre são as melhores possíveis. Entretanto, uma das falhas cometidas ao montar a planilha de viabilidade econômica é não considerar outros cenários além do otimista. Dessa maneira, será possível prever quando será o payback do negócio.

Antes de decidir investir todas as suas economias em um negócio, Lobrigatti recomenda que se gaste um tempo na pesquisa e na construção do documento. Para Galhardo, a simulação é essencial porque você começa a pensar em diversos cenários, do otimista ao pessimista, e com isso pode diminuir os riscos do negócio dar errado.

4. Atualize a planilha
A planilha de viabilidade econômica não precisa ser alterada diariamente, mas é importante que ela acompanhe o rumo da empresa. “É tipo um diário de bordo, tem que atualizar de acordo com o mercado e as variações de valores que ocorreram”, afirma Lobrigatti.

Além disso, o empreendedor pode usar outras planilhas para reunir informações sobre a empresa e alinhar os números do negócio, como uma planilha de fluxo de caixa.

Por Camila Lam

Fonte
Revista Exame
 

Deixe seu comentário:









Digite este número...

O que você achou desta matéria?

Vote e ajude-nos a melhorar.



Os seu e-mail e o seu CPF não serão exibidos nos comentários. Eles serão guardados em nossa base para podermos atender você, cada vez melhor!

Comentários (7)

-
boa!!!!com detalhes bem elaborado!
-
Olá Maria de Lurdes, Boa Tarde!

Obrigado pelo seu comentário! Conheça nosso blog: http://sites.pr.sebrae.com.br/blogs/ e tenha acesso a mais informações.
-
Excelente. Nos trás esclarecimentos viáveis, não só de lucros como despesas também. Agradecemos pelas informações tão necessários para viabilidade nos negócios atuais.
-
Olá Ozie, Boa Noite!

Obrigado pela sua participação no Boletim. O Sebrae Paraná disponibiliza para você, uma série de arquivos para ajudar a abrir ou melhorar sua empresa, gratuitamente. São planilhas, e-books, infográficos, guias, estudos e pesquisas com temas diversos. Basta se cadastrar e fazer o download! Selecione as opções no menu ao lado e aproveite! Boa leitura! http://www.sebraepr.com.br/sites/PortalSebrae/Arquivos-Gratuitos/Arquivos-Gratuitos
-
Excelente artigo. Quando iniciei um novo negócio após sair de um emprego estável numa estatal aqui no Paraná....; não fiz nada disso. Conclusão : Quebrei ¨quebrado¨ dois anos depois. Levei 07 anos para me recuperar, pagar as contas com fornecedores e trabalhistas e manter o negócio funcionando. Voltei para o banco da escola durante esse período onde obtive informações sobre gestão de negócios e a aplicação de técnicas como a do seu artigo. Obrigado . José Carlos
-
Olá José Carlos, Boa Noite!

Obrigado pelo seu comentário. Conheça nossa série de E-books Como Elaborar, acesse e clique em Controles Financeiros: http://www.sebraepr.com.br/sites/PortalSebrae/Arquivos-Gratuitos/S%C3%A9rie-Ebooks-Como-Elaborar
-
Camila, Boa tarde, Eu posso dizer que a Planilha de Viabilidade Econômica é o DRE? E que a de Viabilidade Financeira é o Fluxo de Caixa? Outra coisa: Você dispõe de algum modelo, que me possa servir de orientação, para calcular "se o negócio será rentável e quanto tempo você levarei para recuperar o capital investido"? Obrigado, Getulio 14/02/2015
-
Olá Getulio, Boa Tarde;

Obrigado pela sua participação no boletim! Sim, toda e qualquer informação que esteja registrada e formalizada nos possibilita obter o tempo todo informações para a tomada de decisão.

Para este fim a que se refere, para verificar a viabilidade do negócio com sua respectiva rentabilidade e qual o retorno do capital investido, utilizamos no Sebrae a planilha do plano de negócio para verificar assim a viabilidade econômica do seu empreendimento em sua região.

Para iniciar preenchimento segue o link, recomendo que posteriormente procure o Sebrae para efetuar um parecer: http://www.sebraepr.com.br/sites/PortalSebrae/Arquivos-Gratuitos/Plano-de-Neg%C3%B3cios
-
Essa planilha possibilita que a gente tenha mais clareza,uma visão melhor de como esta indo a empresa.Achei muito bacana.
-
 Olá Clotilde, Boa Tarde;

Obrigado pelo seu comentário. Obrigado pelo seu comentário! O Sebrae/PR está nas mídias sociais, acesse e curta: Facebook https://www.facebook.com/prsebrae e Twitter https://twitter.com/SEBRAE_PR
-
Bom dia Muito boa essas dicas já trabalho dessa forma mas as vezes deixo algumas pequenas despesas variáveis de lado e isso pode acumular gastos que podem ser prejudicial; e como estamos pretendendo abrir uma filial essa dica vamos tentar implantar e seguir a risca. Muito obrigado.
-
Olá João, Boa Tarde;

Obrigado pelo seu comentário. O Sebrae Paraná disponibiliza para você, uma série de arquivos para ajudar a abrir ou melhorar sua empresa, gratuitamente. São planilhas, e-books, infográficos, guias, estudos e pesquisas com temas diversos. Basta se cadastrar e fazer o download! Selecione as opções no menu ao lado e aproveite! Boa leitura! http://www.sebraepr.com.br/sites/PortalSebrae/Arquivos-Gratuitos/Arquivos-Gratuitos
-
Planilha
-
Olá Carlos, Boa Tarde;

Obrigado pela sua participação no boletim! Suponho que queira uma planilha para verificar a viabilidade do negócio com sua respectiva rentabilidade e qual o retorno do capital investido, para isso utilizamos no Sebrae a planilha do plano de negócio.

Para iniciar preenchimento segue o link, recomendo que posteriormente procure o Sebrae para efetuar um parecer: http://www.sebraepr.com.br/sites/PortalSebrae/Arquivos-Gratuitos/Plano-de-Neg%C3%B3cios

Boletins especiais