Histórico

Mais votados

Cadastre-se

Preencha os campos abaixo para receber o Boletim do Empreendedor gratuitamente:


Empreendedorismo como Profissão

Edição: 03/2015

Quem nunca ouviu o seguinte comentário?

“Para ser empreendedor não há necessidade de a pessoa ter curso superior.”



Afinal de contas tantos negócios têm sucesso e o líder do empreendimento têm no máximo o segundo grau completo e em alguns casos o primeiro grau incompleto.

Quem também nunca ouviu “Nem sempre um bom administrador ou engenheiro ou outra profissão formal se torna um grande empreendedor.”

Este é um fato. Uma realidade, mas cada vez mais isto se torna raro. Entendo que o empreendedor deve ser profissional em virtude da concorrência.

Antigamente suspeitava-se que as características dos empreendedores eram natas. Atualmente já é do conhecimento que tais características principalmente comportamentais podem ser desenvolvidas e potencializadas.

Por isto é que acredito que Empreendedorismo deve ser encarado como uma profissão, e não somente uma atitude ou um comportamento. Acredito que já temos instrumentos e conhecimento para regulamentarmos esta profissão.

Quem sabe um dia poderemos ver assim como em outras profissões o juramento do empreendedor.

A seguir apresento alguns juramentos e faço uma proposta de juramento para o Empreendedor.

ADMINISTRADOR – “Prometo dignificar minha profissão, consciente de minhas responsabilidades legais, observar o código de ética, objetivando o aperfeiçoamento da ciência da administração, o desenvolvimento das instituições e a grandeza do homem e da pátria”.

ENGENHEIRO – “Juro honrar o grau que solenemente recebo exercendo a profissão de engenheiro com ética dignidade e respeito à vida e ao meio ambiente com meu conhecimento científico e tecnológico. Buscarei contribuir para o desenvolvimento socialmente justo do Brasil e para a prosperidade da humanidade”.

ECONOMISTA –
“Perante Deus eu juro fazer da minha profissão de Economista um instrumento de não valorização pessoal, mas sim utiliza-la para a promoção do bem-estar social e econômico do meu povo e minha nação, cooperar com o desenvolvimento da Ciência Econômica e suas aplicações, observando sempre os postulados da ética profissional”.

Uma curiosidade até os político têm juramento

POLÍTICO – “Juro defender e cumprir a Constituição, observar as leis, promover o bem geral do povo brasileiro e sustentar a união, a integridade e a independência do Brasil”.
EMPREENDEDOR – “Juro criar e manter negócios inovadores e sustentáveis, desenvolver cada vez mais as minhas competências técnicas e comportamentais promovendo à ética nos negócios, sejam nas relações com os clientes, com fornecedores, com os sócios, investidores, com a sociedade , com a natureza e ciente das minhas responsabilidades legais e morais, contribuindo desta forma para uma sociedade mais justa mais fraterna e um país mais desenvolvido.”

Por Agnaldo Gerson Castanharo

Fonte
Blogs SEBRAE/PR 

Deixe seu comentário:









Digite este número...

O que você achou desta matéria?

Vote e ajude-nos a melhorar.



Os seu e-mail e o seu CPF não serão exibidos nos comentários. Eles serão guardados em nossa base para podermos atender você, cada vez melhor!

Boletins especiais