Histórico

Mais votados

Cadastre-se

Preencha os campos abaixo para receber o Boletim do Empreendedor gratuitamente:


Prêmio Sebrae Mulher de Negócios inicia fase de inscrições

Edição: 04/2015

Uma empresa que começou movida por um sonho de criança. Assim contou Maria Lucia Silveira, vencedora estadual da categoria Pequenos Negócios, do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios 2014. Lucinha, como é conhecida, é estilista e empresária com duas lojas de confecção e locação de trajes a rigor, uma em Cascavel e outra em Foz do Iguaçu. Com uma trajetória de busca por aperfeiçoamento e qualificação empresarial, Lucinha concorreu ao prêmio junto a quase mil candidatas paranaenses.



“Esta foi a segunda vez que me inscrevo ao Prêmio. Na primeira, fiquei entre as cinco do Estado. De lá para cá mudei muita coisa na empresa, desde a estrutura da loja até a gestão. Para essa edição, estava confiante, pois sempre estamos promovendo melhorias, só fiquei um pouco receosa quando conheci as outras finalistas, pois também tinham ótimos negócios e empresas até maiores que a minha. Mas quando você entra, tem que saber o seu potencial e confiar que está preparada”, assegura.

Em uma época em que o empreendedorismo feminino está em alta, em que 52% das empresas com até três anos e meio de atividade são comandadas por mulheres, o Prêmio incentiva o surgimento de novos negócios e o desenvolvimento de empresas já inseridas no mercado. “Um dos pontos altos que temos no Prêmio é a devolutiva, um feedback que mostra onde você precisa melhorar. Na primeira edição em que participei eram várias as mudanças. A gente sempre tem o que fazer”, observa Lucinha.

O Prêmio Sebrae Mulher de Negócios acontece desde 2004 e reconhece histórias bem-sucedidas de empreendedorismo feminino em todo o País. As inscrições para a edição de 2015 já estão abertas e seguem até dia 31 de julho. De agosto a outubro, serão feitas as avaliações para que, a partir de outubro, possam ser conhecidas as vencedoras em cada estado. As empreendedoras podem inscrever-se em uma das três categorias: Produtora Rural, Microempreendedora Individual e Pequenos Negócios.

Para participar, a candidata deve preencher a inscrição no site www.mulherdenegocios.sebrae.com.br. “A inscrição consiste em um relato sobre a história de empreendedorismo da mulher e uma autoavaliação do negócio. O relato deve contar como ela começou, o desenvolvimento e os resultados, realizações e contribuições da empresa para a sociedade. É com base nesses quesitos que os cases são avaliados”, explica a consultora do Sebrae/PR e gestora do Prêmio no oeste do Estado, Kelen Gaffuri.

Exemplo de realização

Lucinha Silveira percebeu que era hora de empreender há cerca de 30 anos. Ela trabalhava como estilista e reparou que suas clientes encontravam dificuldade para confeccionar as criações em traje a rigor que ela fazia. Anos depois, notou uma lacuna a ser preenchida no mercado: a locação de trajes. “Com algum tempo de empresa, percebi que era hora de me especializar naquilo que era o meu ‘feeling’, os trajes a rigor”, constata.

Como ninguém cresce sozinho e por conta da sorte, Maria Lucia Silveira buscou o Sebrae/PR para se capacitar e enfrentar algumas dificuldade de gestão que já começavam a aparecer. “Costumo dizer que o Sebrae é meu ‘anjo da guarda’. É um parceiro muito respeitado que nos credibiliza. O Prêmio é um reconhecimento disso. É a valorização do esforço que, nós, mulheres, temos em superar os desafios a frente de nossos negócios. Quero que meu exemplo, de empresária do interior, com uma empresa de pequeno porte, possa incentivar outras empresárias a fazer a diferença no mundo empresarial”, diz.

A empresária lembra que foi com o Programa Sebrae Gestão da Qualidade (PSGQ) que conseguiu ampliar sua visão empresarial e começar a melhorar a gestão do ateliê. “Iniciei uma reestruturação administrativa e identifiquei problemas, contratando, de imediato, consultorias financeiras. Também participei do Empretec, onde potencializei a minha capacidade de empreendedorismo”, acrescenta.

Excelência e paixão


Mesmo depois de 25 anos de empresa, a empresária não quis parar de crescer. “Nesta época, em 2011, fiz a reinauguração da minha loja, e, para aperfeiçoar o desempenho administrativo de minha empresa, inscrevi-me no curso de gestão financeira do Sebrae/PR, esse foi um verdadeiro divisor de águas. Para coroar este trabalho, em 2013 inauguramos a filial em Foz do Iguaçu.”

Quando olha para o passado, Lucinha tem a certeza de uma caminhada de sucesso. “Apesar dos erros e dificuldades, tenho certeza de ter conquistado tudo com muita dignidade. O fator fundamental é a paixão em atender bem e servir os meus clientes. Minha empresa conta, hoje, com 25 colaboradores comprometidos com nossos valores e objetivos, buscando atender os clientes com excelência e paixão”, ressalta a vencedora estadual do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios na categoria Pequenos Negócios.

“O exemplo de Lucinha Silveira, assim como de muitas outras mulheres empreendedoras, é real e deve ser disseminado. Esse é o verdadeiro objetivo da premiação, estimular mulheres a empreender, a utilizar-se de suas características empreendedoras para mudar suas histórias de vida, de suas famílias e, até mesmo, com reflexos na sociedade”, enfatiza Kelen Gaffuri, lembrando que as inscrições estão abertas para a edição 2015 do Prêmio.

Fonte
Agência Sebrae de Notícias 

Deixe seu comentário:









Digite este número...

O que você achou desta matéria?

Vote e ajude-nos a melhorar.



Os seu e-mail e o seu CPF não serão exibidos nos comentários. Eles serão guardados em nossa base para podermos atender você, cada vez melhor!

Comentários (4)

-
Que legal, que delicia é saber que temos essas mulheres como referencia, e assim podemos caminhar mais um pouquinho sem desanimar, olhando sempre para frente. Muito obrigado e boa sorte que Deus abençoe vcs grandemente; beijos Rosane.
-
Gostei muito da matéria, muito bem elaborada, parabens. Estou tentando convencer minha esposa para fazer sua inscrição, ela é professora de Dança Sênior (somente para terceira idade). Quem sabe ! Grato Adão
-
estou pensando em abrir um pontinho pra mim trabalha mais precisava de capital
-
Nossa!!! Achei ótimo, parabéns Lucinha, também tenho muitos sonhos, mas é tão difícil, tudo o que a gente pensa em fazer depende de dinheiro. Admiro você pela coragem

Boletins especiais