Histórico

Mais votados

Cadastre-se

Preencha os campos abaixo para receber o Boletim do Empreendedor gratuitamente:


Nem sempre um aumento de salário eleva a performance do funcionário

Edição: 05/2015

Pergunta fácil de responder, mas com conclusões nem sempre unânimes quando se analisa a performance do funcionário após um aumento salarial.
Aparentemente, um aumento salarial deveria deixar os funcionários mais motivados e, com isso, levar a um aumento de produtividade. Isso de fato ocorre em muitos casos, mas há situações nas quais o efeito de um ganho extra é nulo.



Isso foi constatado por uma equipe de pesquisadores liderados por Alain Cohn, da Universidade de Zurich. Em um experimento realizado com pessoas contratadas para distribuir cópias de um jornal aos pedestres que passavam pela rua, um aumento salarial não teve nenhum efeito na performance dos funcionários, a não ser em casos específicos.

Esses casos resumem-se a situações nas quais os funcionários consideravam o pagamento original inaceitável, ou seja, muito abaixo do que seria considerado justo por eles.

Nessa situação, ao receberem aumento do salário, a performance média aumentou em 7%. Esse resultado sugere o que os pesquisadores chamaram de reciprocidade positiva.

A reciprocidade positiva está relacionada à sensação de que o aumento salarial levou a uma remuneração justa comparada ao ganho original muito baixo ou injusto.

Naturalmente, há subjetividade na análise, já que o que pode ser considerado justo para alguns não necessariamente é justo para outros.

Mas o mais importante para os empreendedores é perceber que nem sempre apenas o aumento dos ganhos levará os funcionários a produzir mais, algo já constatado na prática por muitos e agora comprovado com pesquisas.

O desafio está em definir o que seria uma remuneração justa. No início, muitas empresas que estão se estruturando não conseguem ser competitivas em remuneração ao ser comparadas com grandes organizações já estabelecidas.

Porém, as pequenas podem oferecer outros atributos aos funcionários que compensem um salário maior, tais como ambiente descontraído, sensação de pertencer a uma família unida e coesa, crescer junto com a empresa, etc.

Aos empreendedores do próprio negócio preocupados em recrutar e reter talentos, a sugestão imediata que se tira dessa pesquisa é propor um pacote atrativo que leve o funcionário a se sentir inserido na cultura da empresa e, com isso, sua performance será superior.

Naturalmente, criar condições para que o funcionário tenha aumentos periódicos e justos no salário, também faz parte desse pacote.

Iniciativas como participação em resultados, pagamento de bônus e prêmios podem fazer parte do pacote não só atrelados ao cumprimento de metas, mas como retribuição ao esforço e comprometimento dos funcionários chave.

Trata-se de um passo chave para os empreendedores que querem construir uma empresa onde as pessoas, de fato, são o ativo mais importante.
José Dornelas é especialista em empreendedorismo, presidente da Empreende e autor do best-seller "Empreendedorismo, transformando ideias em negócios."

Fonte
UOL Economia

 

Deixe seu comentário:









Digite este número...

O que você achou desta matéria?

Vote e ajude-nos a melhorar.



Os seu e-mail e o seu CPF não serão exibidos nos comentários. Eles serão guardados em nossa base para podermos atender você, cada vez melhor!

Boletins especiais