Histórico

Mais votados

Cadastre-se

Preencha os campos abaixo para receber o Boletim do Empreendedor gratuitamente:


Crédito cresce 20,5% em 2010 e atinge 46,6% do PIB

Edição: 02/2011

As operações de crédito do sistema financeiro cresceram no mês de dezembro 1,6%, atingindo R$ 1,703 trilhão. Com o resultado de dezembro, o estoque de financiamentos encerrou 2010 com alta de 20,5%. Os dados foram divulgados dia 26/01, pelo Banco Central. O saldo de crédito com recursos livres cresceu em dezembro 1,5%, totalizando R$ 1,117 trilhão. No ano, esse segmento acumulou expansão de 17,1%.

O saldo de crédito com recursos direcionados somou R$ 586,179 bilhões com alta de 1,7% em dezembro e 27,5% no ano. As operações com pessoas físicas subiram 2,1% no mês e 21,9% no ano enquanto as operações com pessoas jurídicas aumentaram 1,1% no mês e 19,3% no ano.


Porcentual do PIB
Com o resultado de dezembro, o saldo de operações de crédito do sistema financeiro encerrou 2010 representando 46,6% do PIB, em R$ 1,703 trilhão. Em novembro, o estoque de financiamentos representava 46,3% do PIB e em dezembro de 2009, 44,4%.

As operações de crédito do sistema financeiro público cresceram 21,5% no ano passado, totalizando R$ 713,972 bilhões. Somente em dezembro, a alta foi de 1,4%. O sistema financeiro privado nacional fechou 2010 com alta de 22,4%, com estoque de R$ 693,594 bilhões. Em dezembro, a alta foi de 1,9%. O sistema financeiro estrangeiro terminou o ano passado com expansão de 13,9% e estoque de R$ 296,186 bilhões. Em dezembro a alta de 1,2%.


Juro médio
O juro médio nas operações de crédito nas operações livres subiu de 34,8% ao ano em novembro para 35% em dezembro. A taxa média praticada nos empréstimos sem destinação específica foi divulgada pelo Banco Central. A elevação aconteceu, especialmente, nas operações destinadas à pessoa física, cuja taxa média aumentou de 39,1% para 40,6%. Para as empresas, a taxa caiu pelo terceiro mês seguido, passando de 28,6% para 27,9%.

Apesar do aumento do juro médio em dezembro, a margem cobrada pelas instituições financeiras - o chamado spread bancário - caiu, na média, de 23,6 pontos porcentuais para 23,5 pp em dezembro. Essa retração foi liderada pelas operações para empresas, cujo spread regrediu de 17,9 pp para 17 pp. Por outro lado, a margem praticada nos empréstimos para pessoas físicas subiu no mesmo período, de 27,3 pp para 28,5 pp.

O BC também informou que os prazos médios nos empréstimos no crédito livre subiu de 469 dias em novembro para 477 dias em dezembro, sendo que os financiamentos para empresas têm média de 400 dias e para a pessoa física, 561 dias.


Fonte:
http://epocanegocios.globo.com/Revista/Common/0,,EMI205429-16357,00-CREDITO+CRESCE+EM+E+ATINGE+DO+PIB.html

Deixe seu comentário:









Digite este número...

O que você achou desta matéria?

Vote e ajude-nos a melhorar.



Os seu e-mail e o seu CPF não serão exibidos nos comentários. Eles serão guardados em nossa base para podermos atender você, cada vez melhor!

Comentários (1)

-
na teoria parece q isso e real .mas napratica nao funciona assim.pelo q eu tenho pesquisado com pessoas q tentaran credito ,fazem viassacras nos bancos com calhamassos de informaçoes pesssois sem sussesso.o sistema e muito burrucratico e aticuado p os dias d hoje .portanto m descupe essas pesquisas ao meu ve estao w equivocadas

Boletins especiais