Histórico

Mais votados

Cadastre-se

Preencha os campos abaixo para receber o Boletim do Empreendedor gratuitamente:


As 5 lições de expansão da rede de lanches Johnny Rockets

Edição: 06/2015

A Johnny Rockets percorreu uma longa distância desde a sua fundação em 1986 nos Estados Unidos. A marca apostou no sistema de franquias e possui hoje mais de 300 unidades ao redor do mundo. A rede tem presença inclusive no Brasil, com sete lojas em funcionamento e mais uma prestes a ser inaugurada na próxima semana no Shopping Cidade São Paulo, na Avenida Paulista.



Scott Chorna, vice-presidente de desenvolvimento internacional da Johnny Rockets, participou do 2º Congresso Internacional de Franchising ABF e falou sobre os planos de expansão internacional da rede e do que as franqueadoras brasileiras podem aprender com ela.

1 - Conheça o território
“Aprenda o máximo que puder sobre o mercado no qual você está entrando”, diz Chorna. Segundo o executivo, o empreendedor que procura expandir sua rede precisa pesquisar mais sobre o momento que os negócios locais estão passando e verificar se aquela cidade ou país está pronto para receber sua rede.

2 - Identifique as características do local
Para Chorna, é importante que as marcas saibam se adaptar a diferentes culturas ao mesmo tempo em que mantêm sua essência. Essa adaptação pode ocorrer desde o tipo de marketing utilizado até o tipo de porção servida por um restaurante. “Na Ásia, por exemplo, os clientes comem menos, então reduzimos o tamanho dos lanches da Johnny Rockets”, afirma o executivo. “Já no Brasil, a picanha é uma cultura, logo, criamos um lanche de picanha exclusivamente para o país. Além disso, investimos em pratos quentes, que são muito populares aqui. Nosso foco continua sendo o hambúrguer, mas fizemos adaptações de acordo com o local.”

3 - Aposte em parceiros locais

“90% do sucesso da nossa rede se deve à qualidade dos nossos parceiros”, diz Chorna. Ele acredita que pessoas competentes, confiáveis e que têm pleno conhecimento do mercado no qual a rede quer entrar são ideais. “O parceiro precisa acreditar na marca e na cultura dela. A química entre franqueador e franqueado é indispensável”, afirma.

4 - Invista nos colaboradores
A Johnny Rockets dá treinamentos para os colaboradores da rede. De acordo com Chorna, é essencial que estejam todos por dentro da cultura da marca. “Eu vivo a cultura da Johnny Rockets e passo isso para minha equipe que treina os franqueados que, por sua vez, treinam seus funcionários, que de fato lidam com os clientes”, diz. “É um ciclo: se eu não viver a cultura da marca, todos nós perdemos. Se um garçom tratar mal um cliente, todos nós perdemos.”

5 - Cresça e se ajuste
“Não dá para ficar parado”, afirma Scott Chorna. Segundo ele, a geração Y está em constante busca por novidades. O executivo citou como exemplo a Dunkin’ Donuts, empresa na qual trabalhou previamente. “Quando a marca percebeu que os donuts não eram mais itens imprescindíveis do café da manhã, apostaram em bebidas. Hoje 70% das vendas da rede são bebidas, que têm preços acessíveis”, diz. “Na mesma leva, é importante oferecer oportunidades de crescimento para quem vive a cultura da empresa e dar continuidade ao ciclo.”

Fonte
Pequenas Empresas & Grandes Negócios

 

Deixe seu comentário:









Digite este número...

O que você achou desta matéria?

Vote e ajude-nos a melhorar.



Os seu e-mail e o seu CPF não serão exibidos nos comentários. Eles serão guardados em nossa base para podermos atender você, cada vez melhor!

Boletins especiais