Histórico

Mais votados

Cadastre-se

Preencha os campos abaixo para receber o Boletim do Empreendedor gratuitamente:


Saiba como implementar o eSocial na sua empresa

Edição: 12/2015

Muitas idas e vindas. Assim se caracteriza a implementação do eSocial – sistema do governo federal que reúne todas as informações cadastrais dos empregados, simplificando assim o seu envio. E mesmo com o prazo prorrogado para 2016, as empresas correm contra o tempo para se adequarem a mais essa medida regulatória. “O eSocial não só ocasionará mudanças organizacionais como também na forma como as informações dos funcionários circulam dentro da empresa. O que gera grande expectativa nas equipes, por exemplo de RH, que conduzem o processo. É aí que mora o perigo”, diz o consultor e CEO da Strategy Consulting, Jorge Bassalo.

Tal ansiedade e a falta de preparação adequada podem fazer com que muitas organizações cometam erros antes mesmo de iniciar a implementação do eSocial. “É importante que a liderança responsável pela adequação à norma perceba que para iniciar qualquer transformação é necessário passar pela fase do diagnóstico, que engloba, por exemplo, analisar de que forma as informações dos funcionários são arquivadas e quais providências deverão ser tomadas para conseguir cumprir o prazo”, explica Bassalo.

No segundo momento deve-se estabelecer um adequado senso de urgência no que diz respeito mais a importância da situação do que o prazo em si. Nesse caso deve prevalecer o bom senso. “Não só os dirigentes, mas também os empregados devem entender as razões da necessidade dessa mudança e acompanhar o timing em que ela deva ocorrer”, explica Bassalo, acrescentando que é preciso um olhar atento nessa implementação para que seja possível consertar possíveis erros ainda em suas raízes.

Além de administrar a ansiedade da equipe, o gestor deve também lidar e entender as resistências dos colaboradores que surgirão ao longo do caminho. Isso porque a perspectiva do quão severo será o impacto dessas mudanças corporativas sobre si mesmo e o seu trabalho, é o que mais os assusta. “Logo, cabe ao dirigente tentar apaziguar e manter sua equipe serena durante esse momento através de um canal de comunicação abrangente e transparente, explicando as características do novo sistema, o seu objetivo, suas vantagens e como todos podem contribuir com essa mudança”, diz o consultor.

Diversos tipos de empresas: um mesmo impacto

A nova regulamentação é impactante para qualquer tipo de organização, já que além das empresas com faturamento acima de R$78 milhões em 2014, as demais também serão obrigadas a adotarem o eSocial gradativamente. “O que determinará o quanto o processo poderá ser exitoso dependerá da maturidade das pessoas envolvidas. Empresas grandes, médias ou pequenas ou organizações privadas, governamentais ou familiares sentirão a mudança de maneira distinta dependendo do grau de experiência vivenciada, principalmente por seus líderes, em processos desta natureza”, conclui Bassalo.

Fonte: empreendedor.com.br

Deixe seu comentário:









Digite este número...

O que você achou desta matéria?

Vote e ajude-nos a melhorar.



Os seu e-mail e o seu CPF não serão exibidos nos comentários. Eles serão guardados em nossa base para podermos atender você, cada vez melhor!

Boletins especiais