Histórico

Mais votados

Cadastre-se

Preencha os campos abaixo para receber o Boletim do Empreendedor gratuitamente:


BNDES promete medidas para micro, pequenas e médias empresas em dezembro

Edição: 11/2016

A presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Maria Silvia Bastos Marques, afirmou nesta segunda-feira, 17, que medidas "mais efetivas" voltadas para micro, pequenas e médias empresas devem ser anunciadas em dezembro, em um plano com um "pouco mais de fôlego" já para o primeiro semestre de 2017.

"Podemos fazer mais e melhor para as micro, pequenas e médias empresas", afirmou durante o 3º Fórum Nacional CACB Mil, realizado pela Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB), Sebrae, Facerj e ACRio.

A executiva informou que foi formado um grupo interno no banco para buscar uma série de medidas de simplificação de acesso ao crédito. Entre as discussões, estão as relativas ao cartão BNDES, que está sendo chamado de Cartão 2.0, com uma plataforma mais aberta e segmentada. Também há conversas sobre spreads desses agentes. "Podemos usar o cartão eventualmente para microcrédito, estamos discutindo isso", afirmou.

Maria Silvia também afirmou o País vive uma situação muito difícil. "Minha sensação é que o País destruiu boa parte do esforço feito nos últimos anos. Retrocedemos pelo menos 10 anos", destacou. Para ela, a reconstrução "não vai ser fácil, não vai ser simples". A presidente do BNDES destacou que o país tem pressa e "o banco pode fazer mais rápido e melhor".

A infraestrutura é um "mandato claro" do BNDES, uma vez que todos os setores precisam dela, afirmou. "É um mandato claro do banco, mas não vamos deixar de lado nenhum outro setor. Estamos buscando como fazer mais, melhor e mais rápido. Estamos muito abertos a sugestões", disse.

Apesar disso, ponderou que pleitos para determinados setores são difíceis. "É preciso ter ações horizontais."Maria Silvia disse ainda que a intenção é induzir uma retomada rápida da economia, mas não é simples. "Temos muitos problemas para administrar, que ficaram (do governo anterior)", disse.

Segundo a executiva, entre os problemas estão das concessões de rodovias e aeroportos. "É um contingente de questões a serem endereçadas, ao mesmo tempo estamos tentando andar para frente", disse.

A executiva defendeu que pequenas e médias empresas possam ser parte da cadeia de exportação. A respeito das recuperações judiciais no País, disse que a questão "aflige muito". "Só no primeiro semestre quase mil empresas (pediram recuperação judicial). As micro e pequenas são parte fundamental dessa cadeia produtiva", acrescentou.

Fonte: Estadão Conteúdo

Deixe seu comentário:









Digite este número...

O que você achou desta matéria?

Vote e ajude-nos a melhorar.



Os seu e-mail e o seu CPF não serão exibidos nos comentários. Eles serão guardados em nossa base para podermos atender você, cada vez melhor!

Comentários (11)

-
(41) Boa tarde, sou sócio de uma empresa de segurança, entra tando queria fazer um empréstimo 50 mil reais. Nossa empresa já se encontra com 3 funcionários registrado e 6 trabalhando como diária. posso paga 1.100,00 reais por mes
-
(21) Queria saber como conseguir uma ajuda financeira para aumentar minha empresa?
-
 Para saber mais sobre acesso ao crédito pode consultar este site: www.linhasdecredito.com.br/
-
(41) Muito bom se for de verdade
-
 Estamos na expectativa também!
-
(41) Termos condições de fazer empréstimos com juros baixos e com prazos mais longos, bem como, sem burocracia. Acredito que poderiam ser analisados caso a caso na hora de se exigir as documentações.
-
 Obrigado pelo comentário Norberto.
-
(43) Espero que dessa vez não seja como antes ,só propaganda ,quando na verdade só os grandões conseguiam financiamentos .
-
 Olá André, também estamos na expectativa de este notícia se concretize beneficiando as micro e pequenas empresas.
-
(41) Quero fazer empréstimo, estou endividado pois abri à empresa em hora errada quero ajuda do Sebrae e outros para sair desta situação desde já agradeço
-
 Olá Cristiano,

Para saber mais sobre acesso ao crédito pode acessar este site: www.linhasdecredito.com.br/
-
(44) Que bom que estão tentando resolver, porque se não tiver uma solução logo eu tb serei mais um da estatística, pois não aguento mais pagar juros e imposto absurdos por falta de capital de giro e uma política adequada para micro e pequenas vamos ver
-
 Oá Sergio, obrigado pelo comentário. Estamos na expectativa para melhores condições de crédito para as micro e pequenas empresas e MEI.
-
(41) E uma.otima.essa pois estou querendo ampliar meu negócio é pra isso preciso.se um.capital o.qual.nao pude ter e pelo.bnds será bem.mais fácil.e acessível. Trabalho com torres de celular e estou com uma.equipe e quero formar maia uma e pra.isso preciso de um capital para cursos e material e com essa medida do.bndea vou conseguir e oferecer mais empregos
-
 Obrigado pelo comentário Daniele. Estamos na expectativa para melhores condiçoes de crédito.
-
(43) Acho muito importante isso pois estamos em uma situação difícil pois temos que cobrir nossas contas e fazer as nossas compras para atender o nossos clientes e não estamos tendo essa condição e com a abertura de créditos pelo BNDS acredito que podemos respirar um pouco estou esperando essa oportunidade para alavancar o meu comércio.
-
 Obrigado pelo comentário Carlos!
-
(41) Boa tarde.Ótima matéria.Já passa da hora do governo dar um pouco de apoio de verdade ao pequeno.É por ai mesmo, ser mais efetivo,fazer mais e melhor. Sou comerciante estabelecido no mercado ha 18 anos nunca passei por um momento como este.Sem ajuda não saio dessa.Espero que as medidas venham mesmo.
-
 Obrigado pelo comentário Nasser.

Boletins especiais