Histórico

Mais votados

Cadastre-se

Preencha os campos abaixo para receber o Boletim do Empreendedor gratuitamente:


Clientela mais velha se sente esquecida no marketing online

Edição: 02/2017

Não é segredo para ninguém que o marketing online costuma focar em encantar e atrair as gerações mais novas. O público alvo da maior parte das campanhas feitas em redes sociais, por exemplo, miram os clientes com idades entre 18 e 35 anos. Um estudo recente feito pela empresa de engajamento britânica ICLP aponta que essa estratégia pode ter custos. É que os clientes mais velhos estão se sentindo ignorados no marketing do varejo.

Uma matéria publicada pela revista Inc. ilustra a situação: imagine que uma loja de roupas use o Instagram para divulgar suas ofertas especiais. É claro que pessoas com mais de 35 anos acessam o Instagram e as outras redes sociais, mas é importante destacar que essas plataformas foram desenhadas para serem usadas por jovens. Jovens acessam as redes sociais com mais frequência do que os mais velhos. “Portanto, imagine como um consumidor mais velho se sentiria ao saber que perdeu um desconto porque ele foi publicado numa rede social que ele não usa muito?”, indaga o artigo.

Os dados mostram a frequência com que a situação acima deve acontecer: 82% dos consumidores com mais de 55 anos afirmam se sentir desprezados pelo marketing do varejo. Eles acreditam, aponta o estudo, que as campanhas não entendem suas necessidades.

A pesquisa aponta que é um erro os donos de negócios acreditarem que os consumidores que não pertencem à faixa etária mais jovem se adaptam ao novo estilo de marketing online, com as redes sociais e suas ferramentas. Simplesmente porque “um cliente incompreendido irá procurar uma loja que o compreenda.” Cerca de 95% dos entrevistados pela ICLP concordam com a máxima e abandonariam suas lojas favoritas caso encontrassem outra que se adequasse melhor às suas necessidades.

“Muitos varejistas se desdobram para conseguir encantar e atrair os clientes mais jovens às suas lojas ou páginas online”, diz Jason De Winne, diretor geral da ICLP. “Isso, às vezes, vêm às custas do cliente mais velho, que exige o mesmo nível de atenção que os jovens para se manterem fiéis.”

Fonte: Inc

O que você achou desta matéria?

Vote e ajude-nos a melhorar.



Os seu e-mail e o seu CPF não serão exibidos nos comentários. Eles serão guardados em nossa base para podermos atender você, cada vez melhor!

Boletins especiais