Histórico

Mais votados

Cadastre-se

Preencha os campos abaixo para receber o Boletim do Empreendedor gratuitamente:


REDE DE COMPRAS: ESTRATÉGIA DE COMPETITIVIDADE PARA O PEQUENO COMÉRCIO VAREJISTA DO SETOR DE MODAS

Edição: 05/2017

Manter-se competitivo no mercado frente à concorrência com grandes lojas e e-commerce de confecções e calçados é um desafio para pequenos comércios varejistas desse setor. Como conquistar novos clientes em cidades pequenas com menos de cinco mil habitantes? Quais os diferenciais frente aos grandes concorrentes? Como reduzir os custos e conseguir vender peças com valor agregado e preço competitivo? Como fortalecer a marca da loja, tê-la consolidada no mercado, valorizada e conhecida? Oferecer novos produtos, novas facilidades e mais canais de comunicação ao consumidor é fundamental para se manter competitivo no mercado, mas por onde começar?

A empresária Marilete, do setor de confecções e calçados, fazia todas essas perguntas e foi através delas que o Programa Agentes Locais de Inovação conseguiu ajudá-la a reconhecer e enfrentar esses dilemas, oferecendo respostas e soluções para a Loja Dal Bello, de Jaborá, cidade do meio-oeste catarinense com um pouco mais de quatro mil habitantes.

Antes de ser empresária, Marilete trabalhou em uma loja de confecções e adquiriu muita experiência em compra, venda e atendimento aos clientes. Em 1997 ela decidiu montar a própria loja com o apoio de seu marido Ademir. O negócio começou como um bazar de 1,95 em uma estrutura física pequena e alugada. Hoje, a loja está montada no mesmo endereço, porém em um espaço físico próprio e maior, bem organizado e focado na venda de confecções, calçados, cama, mesa e banho.

A REDE DE COMPRAS E A SOLUÇÃO DOS DILEMAS

Em março de 2016 a empresa aderiu ao programa ALI, firmando o termo de compromisso e comprometendo-se em dedicar-se a desenvolver ações inovadoras. Na primeira reunião ela relatou que já estava com alguns projetos de mudanças e melhorias e acreditava que o programa ALI e o auxílio do SEBRAE estariam de acordo com suas políticas e trariam mais conhecimento, soluções e direcionamentos para a empresa.

Após a realização de um curso de administração de pequenos negócios junto ao SEBRAE, algumas conversas com a Agente Local de Inovação e reuniões com um grupo de lojistas, a empresária encontrou uma solução para conquistar novos clientes. A alternativa foi juntar-se às outras seis lojas da região, concretizando a criação da CONCA – uma rede de compras de confecções e calçados.




A rede foi idealizada pelo empresário Luiz Carlos Bavaresco, de Ponte Serrada SC, que almejou unir forças para, junto com outros lojistas, trocar experiências e negociar com os fabricantes, aumentando, assim, o poder de compra para obter os melhores produtos e os menores preços.

Aproveitando a mudança, a empresária melhorou o layout interno, reformulou a identidade visual da logomarca e a fachada. Com a participação junto à rede, a Loja Dal Bello ampliou os canais de comunicação com seus clientes. Agora ela está presente na internet com um site juntamente com os demais parceiros e utiliza o encarte para divulgação das ofertas. Além disso, foram adotadas novas facilidades de relacionamento como brindes e soluções complementares como variedades em calçados, linhas esportivas e novas marcas.




Marilete destaca que uma das mudanças importantes desenvolvidas foi a melhoria do setor infantil – “As vendas de confecções e calçados infantis aumentaram bastante, isso se deve à melhoria da exposição dos produtos e a maior visibilidade proporcionada pelo encarte”.




Devido às melhorias, a cartela de clientes cresceu cerca de 10% em dois meses, mantendo a empresa competitiva no mercado frente ao cenário econômico externo de queda de faturamento e instabilidade para o setor.

O PAPEL DO ALI

Com o incentivo da Agente Local de Inovação a empresária fez o curso de Administração de Pequenos Negócios – APN. Com os conhecimentos adquiridos e suporte de algumas ferramentas, ela foi capaz de aprimorar seus controles financeiros e de estoque, e definir estratégias de compras. A Loja Dal Bello hoje soma uma série de efeitos positivos das mudanças que implantou com a ajuda do ALI, contudo, reconhece que esse é um processo contínuo e inovar é um fator de competitividade e sobrevivência.

MELHORIAS OBSERVADAS

• Mudança do perfil da Loja;

• Aumento da Cartela de Clientes;

• Maior visibilidade dos produtos, com aumento das vendas principalmente do setor infantil;

• Presença em um novo canal na Internet;

• Setorização da loja;

• Melhoria da qualidade e variedade dos produtos;

• Padronização e profissionalização do atendimento aos clientes;

• Fortalecimento e reconhecimento da marca no mercado;

• Troca de experiências com empresários do mesmo setor;

• Modernização da fachada e estrutura interna da loja.

APRENDIZADOS E NOVOS DESAFIOS

Em suma, os empresários que fazem parte da rede destacam a troca de experiência como uma das principais vantagens obtidas. Eles realizam reuniões quinzenais que oportunizam a troca de conhecimentos e aprendizados permitindo que desafios sejam lançados e soluções construídas em conjunto para problemas específicos. A compra em grandes volumes permitiu que os lojistas adquirissem produtos de ótima qualidade a um preço menor e, com isso, elaborassem um encarte atrativo, conquistando novos clientes.

A união das empresas de micro e pequeno porte historicamente representa uma alternativa de competitividade e sobrevivência, acumulando cases de sucesso. Felizmente os indicadores representam que trata-se de mais um desses registros, com expectativa de fortalecimento dos parceiros do setor de comércio varejista de confecções e calçados da região meio-oeste e oeste catarinense.

Tornar a Rede Conca mais conhecida, identificar novos fornecedores e parceiros são novos desafios identificados pelo grupo. Dessa forma, estruturar requisitos para seleção e avaliação dos fornecedores será de grande importância, bem como as estratégias e critérios para prospecção de parceiros.

Para a Loja Dal Bello, uma das metas para este ano é conquistar mais clientes do interior do município de Jaborá e de cidades vizinhas. Para isto ela vai contar com o auxílio do Programa ALI na definição de ações inovadoras com foco na área de marketing. A utilização de ferramentas de Design Thinking e serviços que a empresária já conhece é um dos recursos para os próximos trabalhos.

Deixe seu comentário:









Digite este número...

O que você achou desta matéria?

Vote e ajude-nos a melhorar.



Os seu e-mail e o seu CPF não serão exibidos nos comentários. Eles serão guardados em nossa base para podermos atender você, cada vez melhor!

Boletins especiais