Histórico

Mais votados

Cadastre-se

Preencha os campos abaixo para receber o Boletim do Empreendedor gratuitamente:


Eles são empreendedores e empregados ao mesmo tempo

Edição: 06/2011



Ter uma dupla jornada de trabalho pode ser desgastante. No entanto, a configuração muda quando uma das tarefas é administrar o seu próprio negócio. Aí, o que poderia ser considerado exaustivo torna-se agradável e até com perspectivas de bons lucros. Há alguns anos, esta realidade começou a se espalhar no Brasil. Até então, ser empreendedor e empregado ao mesmo tempo era algo mais comum entre norte-americanos e europeus – mais avançados em relação a esta tendência.

O empurrãozinho para a mudança no cenário deve-se, em boa parte, à tecnologia, que permite uma mobilidade maior e não exige a presença física dos profissionais em tempo integral em seus locais de trabalho. “No passado, era mais difícil administrar um negócio enquanto se mantém um emprego. Hoje é mais fácil, os meios remotos ajudam nesse controle”, afirma Reinaldo Messias, consultor do Sebrae.

Foco no planejamento

Manter dois trabalhos ao mesmo tempo exige, no mínimo, uma clareza muito grande do passo que se está dando. De acordo com Messias, para ser bem sucedido nos negócios e não perder o controle da quantidade de tarefas a serem administradas, é necessário adotar um formato de gestão eficiente para minimizar a necessidade da presença do dono na empresa. “O segredo é administrar bem o negócio, para que ele exija o mínimo da presença do empresário. O papel estratégico continua sendo do empreendedor, mas a parte operacional pode ser feita por pessoas contratadas”, diz o consultor.
A teoria defendida por Messias é seguida à risca por Fernanda Cirino, 24 anos, dona da Maria Bombom, uma pequena fábrica de chocolates. Gerente de logística da multinacional Procter & Gamble, empresa na qual trabalha há quatro anos, ela montou o primeiro negócio com uma amiga quando cursava hotelaria, com apenas 18 anos. A sociedade acabou, mas Fernanda continua tocando a empresa sozinha. “O segredo é o planejamento”, revela. Para dar conta das nove horas de trabalho na P&G e ainda acompanhar cada passo de sua empresa ela conta com a ajuda da família, duas funcionárias e dois vendedores comissionados. A “fabriquinha”, como ela chama o espaço onde são feitos os chocolates, as trufas e os pães de mel, é visitada, no mínimo, uma vez por semana, à noite, depois de cumprir suas obrigações no emprego. Sábados e domingos também são destinados ao empreendimento, que ainda não possui uma loja própria. “Tudo é feito com muita organização e planejamento. Em três anos pretendo abrir meu primeiro ponto de venda, que será gerenciado por minha mãe”, conta. A jovem nem pensa em abandonar o seu emprego na multinacional. Mesmo com propostas de investidores em tornar a Maria Bombom maior, ela segue firme na decisão de manter os dois trabalhos. “Gosto muito do que eu faço e dentro de uma empresa grande, como a que eu trabalho, consigo ficar por dentro de tendências de mercado e novidades”, ressalta.
Orquestrar a dupla função, defende Messias, depende basicamente de organização, transparência e, claro, disposição para enfrentar os desafios diários do emprego e do negócio. “Manter os dois tem um custo. Fica mais caro administrar a empresa. Você tem que contratar pessoas de confiança para tocar o negócio e realizar a gestão remota dos recursos humanos", explica Messias. Além disso, ressalta o consultor, as parcerias com fornecedores e clientes são importantes e ambos devem entender que você não estará sempre presente.

Evite os conflitos éticos

Para que a vida de empresário e empregado não se torne um pesadelo é fundamental evitar conflitos entre a gestão da empresa e a conduta de funcionário. Segundo Reinado Messias, o inconveniente pode acontecer quando um profissional resolve abrir um negócio próprio na mesma área de atuação da companhia da qual é contratado como funcionário. “Notificar a empresa em que você trabalha é importante. Fale qual é o seu propósito abrindo uma empresa. Um empregado pode abrir a sua empresa, não há problema nenhum nisso, desde que as atividades não sejam conflitantes”, recomenda.
Perder a eficiência como funcionário ou perceber que o negócio próprio poderia ser melhor conduzido com o acompanhamento direto das atividades são indicadores de que talvez seja hora de seguir com apenas um dos trabalhos. Fazer uma escolha é arriscado, mas é o que Silvia Pires, produtora de mel, pretende fazer no futuro. Dona do Apiário Chalé, em Vargem, interior São Paulo, ela mantém uma rotina atribulada, trabalhando também em um escritório de representação de máquinas e suprimentos para indústria textil durante a semana. Silvia conta com ajuda do pai para manter a manutenção dos negócios. “Neste ano, a produção foi recorde, quase uma tonelada de mel”, comemora. Com o respaldo da Associação dos Produtores Apícolas de Piracaia e Região (APAP), ela precisa se desdobrar para dar conta de tudo. “A atividade do mel exige muito do meu tempo. A boa produção é reflexo do trabalho que fizemos no ano passado de revitalização e melhor organização das colmeias, seguindo as orientações do Sebrae”, conta. A difícil decisão de tornar-se empresária em tempo integral ainda não foi consumada. Como muitos empreendedores que mantêm um emprego formal, Silvia ainda depende da renda proporcionada por seu trabalho no escritório. ”O principal motivo para eu não ter deixado o meu emprego é o baixo rendimento que a atividade apícola proporciona devido à nossa pequena produção”, diz. Mas, a médio prazo, ela enfatiza, se dedicará a apenas uma tarefa: a produção do mel.

Satisfação garantida

Tornar-se empresário e manter o emprego é possível. No entanto, para a conciliação dar certo, um pilar deve ser preservado. O prazer. Sem este elemento, diz Reinaldo Messias, um empreendimento não alcança o sucesso e, na pior das hipóteses, há chances de provocar um desastre, que pode culminar na perda do emprego ou na morte prematura de um empreendimento. “Se você não estiver gostando da nova vida em dupla função, só vai ter prejuízo. E no final, perdem os dois, o emprego e o negócio”, alerta o consultor.

A insatisfação e a sobrecarga de trabalho minam as chances de sucesso. Sempre atenta a esses sinais, a empresária Cida Blaz consegue gerir duas carreiras distintas. Formada em história, Cida dá aulas na rede pública e mantém um atelier que leva seu nome e comercializa doces finos, feitos para bufês. Como sempre teve a culinária como um hobby, ela cursou gastronomia. No entanto, a professora ficou atenta aos sinais e viu que seria exaustivo demais manter as aulas nas redes pública e privada e ainda administrar a confeitaria. Por isso, abriu mão dos alunos da escola particular para se dedicar ao negócio. “Sempre gostei de história e do meu trabalho como professora, mas também sempre gostei de culinária. Fiz o meu primeiro bolo com seis anos”.
O Ateliê Cida Blaz está em seu primeiro ano. Com ajuda do filho, a empresária pretende abrir um quiosque em um shopping em breve e quando isso acontecer, ela diz, continuará dando aulas de história.

Fonte: http://www.revistapegn.globo.com/

Deixe seu comentário:









Digite este número...

O que você achou desta matéria?

Vote e ajude-nos a melhorar.



Os seu e-mail e o seu CPF não serão exibidos nos comentários. Eles serão guardados em nossa base para podermos atender você, cada vez melhor!

Comentários (102)

-
Boa noite,sou Laboratorista de solo concreto e asfalto a 12 anos, e agora estou pensando seria mente de abrir uma empresa na área da construção civil.quero uma orintação por favor?
-
Pesquisando como ter outra atividade paralela ao meu serviço publico, que possa ser contdo como tempo agregado ao servidor publico cheguei a este site e gostei. sou técnico meio ambiente.recomendem algo para mim. Obrigado.
-
Olá Jaime, boa tarde!

Obrigada por comentar. O SEBRAE/PR terá satisfação em auxiliar com ideias para o seu negócio, para isso, agende um horário com um dos nossos consultores ligando pra 0800 570 0800. Tenha um atendimento gratuito e personalizado.

Você tem a opção de baixar a cartilha Modelo de Negócios do SEBRAE/PR através do link bit.ly/14ZwDzd

Aproveite para descobrir qual é o seu perfil empreendedor. Faça o teste agora mesmo e descubra, acesse: www.perfildoempreendedor.com.br

Conheça os novos vídeos da coleção SEBRAE Pocket, são mini aulas com dicas importantes para quem quer abrir ou já tem um empresa, acesse: bit.ly/135SnwK


Obrigada e boa sorte!
-
Muito boa materia.
-
Rose, obrigada por comentar! Abraço
-
muito boa materia. os empreendedores precisam estar de informações como estas.
-
Dedicar-se a duas tarefas, é uma das soluções para a falta de tempo, nos dias de hoje, em relação aos familiares, uma vez que possamos contar com a participação deles, assim dedicaremos mais tempo, em prol de um bem comum juntos em familia... Sucesso a todos !!!
-
É muito interessante o ssunto, e vamos comeca a refletir nobre nosa proposta também de continuar sendo empegado e começar a fazer paralelo no comercio.
-
por gentileza envie esta materia para mim,obrigado.
-
fiz uma compra na loja virtual mais nao consigo fazer logim
-
Muito estimulativa , no sentido de nos acordar para alguma oportunidade que possamos ter em maos e nao nos damos conta que podemos conciliar
-
Muito estimulativa , no sentido de nos acordar para alguma oportunidade que possamos ter em maos e nao nos damos conta que podemos conciliar
-
Gostei das informações, são dicas para o nosso dia-di a quanto mais melhor.
-
Boa tarde, adorei o comentario e desde dos meus 25 anos, tenho vontade de ter meu próprio negócio, só que ainda não consegui enxergar em quê!! Moro na Ilha do Governador e sempre observo as coisas quando estou na rua, só que não consigo elaborar algo em que me faça crescer. Desde já obrigada.
-
Adorei a matéria!! Gostaria de ler algo sobre iniciar o seu próprio negócio consciliando com a vida de D. de casa e mãe. Estou sem saber por onde começar, tenho medo de não dar conta, por isso, ainda não coloquei em prática o meu projeto de trabalhar com turismo.
-
Bom dia. Muito interessante. abordar este assunto pois sem dúvida, muitos que hoje são empresários, talvez ja tiveram que fazer esta dupla jornada, entre ser empreendedor e funcionário. E quando a saúde em primeiro lugar é muitom importante cuidar. Ficquei grata pelo tema...pois hoje eu pessoalmente só sou empreendedora. GRATA OLIVIA PERRONI
-
adorei!
-
Achei ótima, já que vivo a mesma situação. Espero receber mais dicas. Obrigado.
-
muito bom e disso que eu estou precisado
-
Excelente a matéria, e gostaria de estar recen- bendo sempre. Muito importante esse tipo de ajuda e esclarecimentos, Obrigado
-
adorei a materia,vai me ajudar muito,pois estou passado por isso.
-
Eu gostei de ler sobre estas pessoas que estao lutando para realizar seus sonhos
-
Adorei a matéria, almejo muito ser empreendedora, mas no momento não tenho idéia de que negócio, e pretendo continuar no meu emprego, e começar algo em casa, se tiverem uma dica ficarei grata . obrigada
-
Excelente, desejo receber mais reportagens informativas como esta.
-
muito boa este conselho, valeu !
-
e disso que a gente precisa,reportagens que amplian nossos conhecimento.
-
Boa dica.
-
Boa a materia! Sou funcionario publico e estou em busca de uma tendencia de mercado... O Sebrae tem alguma dica? Muito obrigado!
-
Muito bom receber cases de sucesso. Importante para agregar valores.
-
Achei a matéria a minha cara pois sou farmacêutica e adoro fazer cestas e caixas e fazer festas
-
Muito intersante trabalho com minha fiorino e me vejo na mesma situação
-
Gostei muito pois pretendo abrir meu propio negocio sem sair do meu atual emprego.
-
Ótimo esclarecimento. Tenho um emprego na área da construção cívil e uma empresa que fabrica botões e peças para aviamentos. Gosto do que faço e começei a empresa como hobby, já que minhas peças são feitas com casca de coco e bambu, materias reciclaveis. As dicas e visão que vcs passam são bastantes esclarecedoras. Obrigado
-
Buita boa a matéria. São Exemplos que nos ajuda a refletir melhor sobre o dia a dia profissional e acabam gerando novas idéias para as pessoas que se encontram passando por certas dificuldades administrativas - trabalho. Tenho curso de Ciêncas Econômicas e faço pós graduação em Sustentabilidade para o Semiárido. Gostaria de saber como anda a tendência de mercado de trabalho nessa área? É possível iniciar um negócio próprio?
-
Valeu!
-
gostei muito da materia. gostaria de saber mais sobre o inicio de um empreendimento, tenho projeto de abrir uma loja de roupas infantil e juvenil .
-
Está matéria e muito boa mesmo ajuda a gente a repletir sobre algumas situações
-
A matéria tem um foco que define tudo:" O Prazer" "Se você não estiver gostando da nova vida em dupla função". Sem isto não adianta nem tentar aprender novas técnicas pois "só vai ter prejuízo"
-
A matéria tem um foco que define tudo:" O Prazer" "Se você não estiver gostando da nova vida em dupla função". Sem isto não adianta nem tentar aprender novas técnicas pois "só vai ter prejuízo"
-
Achei bem legal, hoje tenho minha empresa e passei por esta situação.Sou formado em educação física e tive a oportunidade de comprar uma academia que estava falindo, como não tinha recurso financeiro para investir, o jeito foi demitir os professores e dar aula, com isso consegui recurso para investir e alavancar meu negócio. Hoje junto ao sebrae tenho tido um respaldo que muito me ajuda, pois o planejamento financeiro no meu caso foi 90% do crescimento da empresa. Valeu sebrae
-
Gostei muito da matéria, estou nesta fase mesmo, de planejamento e definição de como será o meu negócio.
-
Gostei muito da matéria, estou nesta fase mesmo, de planejamento e definição de como será o meu negócio.
-
Gostei muito da matéria, estou nesta fase mesmo, de planejamento e definição de como será o meu negócio.
-
gostei muio porque esta e minha intenção estou preteando em vaga de segurança em uma grande empresa e pretendo ter um empresa de decoração de eventos pois eu mesmo fabrico menhas peças.mesas, cadeira,amparadores, arvores e castiçais.
-
Serve de exemplo pra mim!srsrrs
-
Olá adorei ste boletim tambem tenho dupla jornada e essas dicas vão me ajudar bastante. obrigado a todos.
-
Ótima matéria, gostaria de ter algumas dicas de como tratar bem, e melhor meus clientes já que trabalho no ramo de motel e sou empreendedor e empregado ao mesmo tempo.
-
Parabéns, ótima matéria. Trabalho na área de manut. industrial, já alguns anos e hoje venho me dedicando paralelamente a outra atividade, que é faccionista. Acabo de abrir minha empresa, tudo é novidade, estou de certa forma realizado . Necessito de apenas algumas orientações e sei que encontrarei no SEBRAE...muito obrigado pele espaço.
-
Muito legal, mas acho que o empreendedor deve focar-se também no objetivo de fazer seu nogócio crescer ao ponto dele não precisar ter um emprego.
-
acabei de ler essa matéria e achei super interessante me indentifiquei muito, pois sou desse tipo empresário e empregado, e me sinto super bem, sonho em crescer e abrir filiais trabalho no ramo de pizzaria e lanchonete um abraço
-
ótimo me ajudou com augumas ideias
-
Muito bom! Ótima matéria, e uma boa opção para iniciar um negocio.
-
muito bom.
-
Muito boa a proposta de dupla jornada, esse é meu caminho inicial que pretendo seguir, porém espero que por pouco tempo, pois se dedicar integralmente ao próprio negócio será uma realização
-
Gostei muito da matéria, sempre achei possivel fazer as duas coisas ao mesmo tempo. claro, exige organização e muita determinação. Obrigado.
-
Olá,boa noite! Essa matéria é genial!Eu,pessoalmente estou planejando o meu primeiro negócio,porém estou firme em meu emprego.Quando li esse texto vi nele um pouco de mim.Pretendo conciliar os dois,contudo sem perde o foco em meu projeto maior:O meu empreendimento.Sucesso a todos e tenham uma ótima noite tanto os leitores quanto a redação do Sebrae.
-
gostei. quando você quer, nada é impossível.
-
Ótimo!
-
Gostei muito da matéria. É muito bom saber do sucesso de pessoas que acreditam e fazem acontecer. O Sebrae tá de parabéns por nos passar informações que incentivam e alertam para os prós e contras.
-
Muito boa as dicas de vcs.,tenho encontrado dificuldades na administração do nosso negocio,meu marido é o patrão e tbem tem um emprego paralelo.Procuro sempre ler as materias que vcs mandam.Por mais que eu ache que estamos fazendo tudo certinho,vejo que tem algo de errado na nossa adminitração,abraços.
-
Muito boa as dicas de vcs.,tenho encontrado dificuldades na administração do nosso negocio,meu marido é o patrão e tbem tem um emprego paralelo.Procuro sempre ler as materias que vcs mandam.Por mais que eu ache que estamos fazendo tudo certinho,vejo que tem algo de errado na nossa adminitração,abraços.
-
gostei demais da materia.estou fazendo um curso técnico para depois montar minha impresa. por isso essas informaçóes são de grande valor para mim.
-
Sou servidora pública, mas pretendo empreender em meu próprio negócio. Gosto de me informar sobre esse tema e absorver todo conhecimento possível para amadurecer essa ideia. Parabéns para a equipe do SEBRAE pela escolha do tema.
-
gostei da materia.eu hoje tenho a empresa e administro e faço o trabalho.sou o proprio funcionario .pretendo contratar dois funcionariosmais e dificil porque exige dedicaçao como responsabilidade.
-
Muito bom esse artigo. Sou sócio de uma academia e estou tentando voltar para o mercado de trabalho. Não acreditava nessa possibilidade mas depois de implementar uma administração com processos bem definidos vi que eu não precisava estar presente para gerir meu negócio. Pena que há alguns empresários conservadores que ainda não acreditam nessa teoria, visto meu último processo seletivo onde passei por todas as fases e na última etapa com o dono da empresa ele se assustou pelo fato de eu estar fazendo uma entrevista e ser empresário. Resultado, não passei. Mas continuo na luta!
-
No texto está dito que: "Você tem que contratar pessoas de confiança para tocar o negócio". Até hoje, sem dúvida alguma, esta é a maior dificuldade. Só funciona na teoria, INFELIZMENTE!!!
-
OLÁ , MEU NOME É FRANCISCA , TENHO UMA DROGARIA MAIS NÃO GOSTO MUITO DO RAMO ESTOU ME FORMANDO EM CONTABILIDADE E PRETENDO MUDAR DE RAMO . GOSTO MUITO DOS CURSOS DO SEBRAE E TODA MATERIA QUE FALA SOBRE PEQUENO EMPREENDEDOR PROCURO LER ,ACHEI ESSA MATERIA MUITO BOA
-
olá, meu nome é eraldo, tenho um loja de fazer chaves e carimbos e ano que vem me formo em história onde pretendo dar aula, depois de concursado em escola pública. No meu negócio de chaves e carimbos vinha tudo bem (ja tenho 4 anos no local) derrepente algo aconteceu os clientes pararam de comprar e as coisa viraram de cabeça pra baixo. Isso acontece em alguns setores? o chaveiro é pequeno fazia em torno de 2.500 (dois mil e quinhentos) por mês e agora não ta fazendo 1.000 (mil reais) por mes, trabalha eu e minha esposa sempre atendemos da melhor forma possivel. tenho projetos futuros na area mais fiquei preocupado, alguem pode me dar uma orientação de como proceder se falta propaganda pois sou o unico chaveiro numa area grande. desde ja agradeço.
-
Achei muito interessante e adoro ler estas matérias. Por hora sou servidor público mas serei com certeza brevemente um empreendedor.
-
gostei muito da matéria só achei meio longa.
-
O texto transmite segurança para quem tem medo de se expor ao mercado, Porem, foco, pessoas certas e percistencia são as bases mais importantes para ter sucesso em um empreemdimento dar certo. Genir
-
Muito bom!! Aprendi muito!! Além de achar pessoas competentes e confiáveis, precisamos de organizar o tempo, fazer custos muito bem feitos, termos boas relações com fornecedores, investimento para com as pessoas que estarão na frente do negócio, entre outras. Estive em uma situção destas a algum tempo, e já fiz a decisão, saindo do emprego, e enfrentando vida de empreendedor. Não é facil, pois o medo de errar é sempre visível, mas, com muito trabalho e persistência, e ajuda de parceiros e fornecedores, toda e qualquer pessoa conseguirá chegar onde almeja. Grato!
-
Muito bom!! Aprendi muito!! Além de achar pessoas competentes e confiáveis, precisamos de organizar o tempo, fazer custos muito bem feitos, termos boas relações com fornecedores, investimento para com as pessoas que estarão na frente do negócio, entre outras. Estive em uma situção destas a algum tempo, e já fiz a decisão, saindo do emprego, e enfrentando vida de empreendedor. Não é facil, pois o medo de errar é sempre visível, mas, com muito trabalho e persistência, e ajuda de parceiros e fornecedores, toda e qualquer pessoa conseguirá chegar onde almeja. Grato!
-
A matéria esclarece de forma muito benéfica as vantagens de ser um bom empreendedor sem precisar abrir mão do seu emprego funcional.Foi de muita importância e relevância a abordagem desse conteúdo.Parabéns para os organizadores.
-
O segredo de fato está em encontrar pessoas competentes e honestas para que se possa implementar uma idéia de negócio. Acredito, inclusive, que a probabilidade de sucesso é maior. Explico: o proprietário-investidor não necessitará efetuar retiradas de prolabore porque já é assalariado, o que não pressionará o capital de giro da empresa. No futuro, ele será remunerado com a distribuição de lucros. Parabéns pelo artigo.
-
excelente matéria, mas continuo com o ditado "o olho do dono engorda o gado" a não ser que a pessoa que esta administrando seja de confiança tipo parente de primeiro grau (Pai e Mãe).
-
excelente matéria, mas continuo com o ditado "o olho do dono engorda o gado" a não ser que a pessoa que esta administrando seja de confiança tipo parente de primeiro grau (Pai e Mãe).
-
Muito bom, matéria exelente, já que este é o meu caso também. Meus parabéns por esta e outras "dicas" Att Ademir
-
muito boa essa materia, exclui o velho ditado "o olho do dono engorda o gado" o importante é saber administrar. Preciso aprender isso.
-
Além de uma tendência, é uma opção para quem tem um hobby e quer/pode torná-lo um empreendimento, ou quem procura uma renda extra. Por isso como o texto diz é importante prazer, já que com facilidade se torna exaustivo. Adorei a matéria, parabéns!
-
preciso muito desse tipo de ajuda, tenho um salão e uma lan house que está quase falindo e depois de ter lido essa reportagem acredito que tudo possa mudar
-
Muitíssimo interessante o artigo. Eu pretendo abrir um negócio em breve, mas penso muito na possibilidade de me manter no emprego atual, até mesmo para ajudar nas despesas deste novo negócio, tendo em vista que todo início é complicado para se manter.
-
Muitíssimo interessante o artigo. Eu pretendo abrir um negócio em breve, mas penso muito na possibilidade de me manter no emprego atual, até mesmo para ajudar nas despesas deste novo negócio, tendo em vista que todo início é complicado para se manter.
-
Matéria interessante. Sou redator e também acho que o texto pode ser mais enxuto, todavia, um bom trabalho!
-
Matéria interessante. Sou redator e também acho que o texto pode ser mais enxuto, todavia, um bom trabalho!
-
Muito boa a materia apesar de muito extensa. Acho que deveriam resumi-la ou no final focar alguns itens do assunto
-
o artigo e muito bom esta muito esclarecedor para minha e a empresa que quero abrir
-
Muito boa esta matéria!
-
5 estrelinhas!! Matérias assim, nos ajudam bastante. Obrigada!
-
Pessoal, cá entre nós, depende muito do negócio. Tem negócio que você mal consegue tocar ficando 18 horas por dia presente. Depende muito de qual ramo se atua. Não podemos enfatizar.
-
Pessoal, cá entre nós, depende muito do negócio. Tem negócio que você mal consegue tocar ficando 18 horas por dia presente. Depende muito de qual ramo se atua. Não podemos enfatizar.
-
5 estrelinhas!! Matérias assim, nos ajudam bastante. Obrigada!
-
muito legal esta matéria. As experiências dos empresários e trabalhadores deixam qualquer pessoa motivada.
-
show.
-
a dorei materia
-
Olá Anselmo. Obrigada pelo comentário. Acompanhe as notícias sempre aqui, no Boletim do Empreendedor.
-
todos os pequenos empresários devem aproveitar um pouquinho do seu tempo para ler estas matérias, pois o ganho é muito grande com as informações obtidas, parabéns pela matérias anselmo miron
-
Olá Edimar, Ines, Cleusa, André, Ronaldo e Rogério. Muito obrigada pelos comentários. Não deixem de conferir as novidades e novas matérias aqui no boletim do Empreendedor. Sucesso!
-
eu tentei fazer o mesmo trabalhar e ser socio do meu irmao em uma lan house mas nao deu certo parabens a voces que conseguirao
-
É tudo de bom
-
Gostei muito da materia pra mim foi muito esclarecedor obrigado.
-
Certamente essa é uma tendência, mas o profissional deve ter o foco bem definido para alcançar o sucesso tanto como empregado como empreendedor. Parabéns pela matéria.
-
Parab?ns, adorei a mat?ria....muito bom...clara e objetiva.
-
Para mim é gratificante, pois, além do trabalho de empregado como consultor de negócios, abri um empreendimento individual e faço outra atividade que também gosto muito, caligrafia artística.

Boletins especiais