Histórico

Mais votados

Cadastre-se

Preencha os campos abaixo para receber o Boletim do Empreendedor gratuitamente:


A inovação no ambiente das pequenas empresas

Edição: 06/2011



A expressiva concorrência no âmbito das pequenas empresas deve servir de estímulo à criação e lançamento de novidades. Nesse ambiente competitivo, as empresas podem ter na inovação um dos seus alicerces para o sucesso. Compete ao empresário aproveitar as oportunidades e fazer da gestão da inovação uma parte integrante da cultura da empresa em busca da competitividade

A globalização atinge até mesmo uma pequena empresa com foco regional, a partir do momento que um concorrente passa a disputar seus clientes. A redução de custos, por si só, não é mais suficiente. A inovação é a maneira pela qual ela pode agregar mais valor aos seus produtos e processos.

A diferenciação funciona como uma forma de enxergar nichos de mercado, não só atribuída ao desenvolvimento e lançamento de produtos, mas também à possibilidade de criar novos modelos de negócio e novos relacionamentos com o mercado.

A inovação não é ciência e tecnologia, mas, sim, sociedade e economia. Há uma forte relação entre investimento em inovação e crescimento de receitas. As pequenas empresas brasileiras podem inovar mais para ter benefícios econômicos, que podem ser diretos e de curto prazo (quando o foco é melhoria com baixo volume de investimentos) e também de médio e longo prazos (quando o foco são inovações mais elaboradas que melhoram substancialmente seus produtos e processos, com mais investimentos).

Estudo da Associação Nacional das Empresas Inovadoras (Anpei) já apontava que 70% das MPE reconheciam que inovar era uma das formas mais importantes para concorrer, e que as empresas que inovavam conseguiam crescer mais – em média, 20% ao ano.

Outra pesquisa, publicada pelo Observatório do Sebrae-SP, identificou que as empresas consideradas inovadoras percebem, em relação às não-inovadoras, um aumento no volume de produção, aumento de faturamento e produtividade por funcionário. Ou seja, quem inova mais, tem maior competitividade e ganha mais.

Mesmo as MPEs que já têm receitas vindas das inovações precisam estabelecer ações para evoluir ou sobreviver. A preocupação com a inovação e a sua gestão é que permitirá que a empresa possa inovar e competir, principalmente quando:

- Fazer o que sempre foi feito não trouxer mais resultado;

- Os clientes não escolherem a empresa entre as suas preferidas;

- A qualidade não é mais diferenciadora;

- A imagem da empresa estiver associada ao passado e o curto prazo impedir a formulação de uma estratégia e uma visão de futuro.


As empresas buscam inovação porque querem aumentar o seu desempenho com ganho de vantagem competitiva e lucros. Esse ganho pode ser obtido por meio de aumento da demanda, quando a empresa busca criar novos mercados, diferenciar-se de competidores com aumento da qualidade, que garanta margem mais elevada do que seus concorrentes.

Para tanto, precisam inovar, principalmente, em produtos e serviços. Esse ganho de vantagem competitiva pode ser obtido por meio da redução de custos, quando procura aumentar as margens em relação aos preços.

Entretanto, a alternativa mais duradoura para melhorar o desempenho da empresa é aumentar a capacidade de inovação. Os funcionários são considerados um recurso-chave de uma empresa inovadora. Sem trabalhadores capacitados, a empresa não conseguirá dominar novas tecnologias e, muito menos, inovar.

A capacidade de inovação consiste em um conjunto de fatores e nos modos de combiná-los de maneira eficiente. E a MPE tem um ambiente muito favorável para a geração e introdução de inovações, uma vez que não tem regras rígidas, pouca hierarquia, são flexíveis e mais propensas às mudanças.

Após tomar consciência da importância da inovação para a competitividade da sua empresa, o empresário da MPE terá que:

- Compreender os conceitos relativos à inovação e os seus tipos;

- Compreender as etapas do processo de gestão da inovação;

- Implantar estratégias para estímulo à inovação no ambiente da sua empresa;

- Identificar os indicadores de acompanhamento mais adequados para a sua realidade;

- Identificar as organizações e instituições que podem apoiar a implantação da inovação na sua empresa.


Fonte: Sebrae Nacional

Deixe seu comentário:









Digite este número...

O que você achou desta matéria?

Vote e ajude-nos a melhorar.



Os seu e-mail e o seu CPF não serão exibidos nos comentários. Eles serão guardados em nossa base para podermos atender você, cada vez melhor!

Comentários (5)

-
mrpinturas predial e comercial mas estamos com dificuldade de encontral serviços enbora ja tenho muita esperiencia nesta area com pinturas cnpj:08.760.045/0001-76
-
Olá Miguel, boa tarde! Obrigado pelo comentário. Converse diretamente com um de nossos consutores atraves do link http://app.pr.sebrae.com.br/JCorporativo/Fale.do Ou se preferir venha até o SEBRAE e receba um atendimento personalizado é gratuito. Agende sua visita atraves da nossa central de relacionamento. 0800 570 0800 Obrigado e sucesso.
-
Muitíssimo satisfatória p minha curiosidade
-
Bom dia, Enio agradecemos o seu comentario Tenha um ótimo dia Sucesso!
-
Olá Caren! Agradecemos os cometários. Confira nossa grade de cursos no site: http://portal.pr.sebrae.com.br/loja/Produtos.do ou http://www.ead.sebrae.com.br/hotsite/
-
Olá Caren! Agradecemos os cometários. Confira nossa grade de cursos no site: http://portal.pr.sebrae.com.br/loja/Produtos.do ou http://www.ead.sebrae.com.br/hotsite/
-
Gostaria de saber sobre cursos na área de gestão empresarial,e quais as opções.Att.Caren

Boletins especiais