Histórico

Mais votados

Cadastre-se

Preencha os campos abaixo para receber o Boletim do Empreendedor gratuitamente:


Guia prático e objetivo para inserir sua empresa nas mídias sociais

Edição: 06/2011



Como defensores do empreendedorismo sem enrolação, fazemos questão de te mostrar de forma clara como sua empresa pode aproveitar as redes sociais.
É tudo uma questão de inércia
 
Imagine que sua presença nas mídias sociais é como um caminhão. Quanto mais rápido o caminhão está, mais difícil pará-lo, certo? Com a sua marca a mesma coisa acontece, só que ao invés de apenas velocidade, você acumula credibilidade.
Por outro lado, quão difícil é fazer um caminhão chegar a 100 km/h? Muito difícil! O mesmo vale pra sua empresa. Saiba que os resultados não serão mágicos nem virão do dia pra noite, mas uma vez que você os tiver, vai ser muito difícil te parar.
Pessoas se interessam por coisas interessantes

Se você está assistindo a novela e eu compro um comercial no intervalo, provavelmente você irá prestar atenção. Se você está na internet e eu te forço a ver alguma coisa, você simplesmente pula pra próxima página.
Na prática, isso significa que não adianta ir pras redes sociais pra gritar “COMPRE DE MIM!”. Criar conteúdo sobre seu setor é fundamental pra atrair as pessoas. Isso transformará essas pessoas em entusiastas que irão divulgar sua empresa de forma espontânea.
Se for para fazer algo, faça bem feito

Exceto Chuck Norris, ninguém consegue resultados excelentes fazendo um esforço meia boca. Se você quer bons resultados, existem 2 opções:
1. Aprender sobre marketing digital e se comprometer a investir bastante tempo na geração de conteúdo
2. Contratar uma empresa especializada que será responsável pela sua presença digital (recomendado pra maioria dos casos)
O que você não pode fazer de jeito nenhum é apenas criar uma conta nas principais redes sociais e esperar que magicamente as pessoas apareçam.
Outra coisa muito comum é contratar aquele seu sobrinho que “entende tudo de internet” para “mexer nas mídias sociais”. Vai por mim, provavelmente seu sobrinho não entende tanto assim e você vai acabar desperdiçando seu “dinheiro”. É o típico caso em que o barato sai caro.
“O que não pode ser medido não pode ser melhorado”

Numa campanha convencional a estratégia é basicamente dar um tiro de canhão no escuro e tentar acertar algumas moscas. Na internet, além dos tiros serem mais baratos, você consegue medir com precisão pra onde foi o tiro. Com isso, você pode melhorar sua mira nas próximas vezes.
Confira o nível de informações que uma boa empresa consegue te entregar:




Conclusão

Provavelmente você está pensando “Bacana essas redes sociais! Vou tentar algo nelas!”. Porém, lembre-se do que já dizia um velhinho verde e orelhudo:
“Não! Tentar não. Faça ou não faça. Tentativa não há.” (YODA, Mestre. 2002)
Se você quer adentrar nesse mundo, conhecer os fundamentos básicos é essencial. Colocar a mão na massa ou não, aí depende da sua disponibilidade de tempo para aprender sobre marketing digital e criar conteúdo sobre seu setor.
Por via das dúvidas, procurar especialistas é sempre uma ótima opção.
A empresa que fez os slides é a C2C Balloon. Eles têm bastante experiência na implantação de estratégias de redes sociais e fazem projetos para empresas de todo o Brasil.
Se você tiver interesse em fazer sua empresa aparecer bem nas redes sociais mas não sabe como, converse com o pessoal da C2C que eles sabem o que fazem.
Fique atento à novidades. Siga o SEBRAE/PR link para Twitter e Facebook.


Fonte: http://www.saiadolugar.com.br/

Deixe seu comentário:









Digite este número...

O que você achou desta matéria?

Vote e ajude-nos a melhorar.



Os seu e-mail e o seu CPF não serão exibidos nos comentários. Eles serão guardados em nossa base para podermos atender você, cada vez melhor!

Comentários (3)

-
Olá Airton, agradecemos o cometário. Conte sempre com o SEBRAE/PR!
-
Olá Airton, agradecemos o cometário. Conte sempre com o SEBRAE/PR!
-
Excelente a proposta e a idéia da realidade que é necessario para obter secesso na midia social.

Boletins especiais