Histórico

Mais votados

Cadastre-se

Preencha os campos abaixo para receber o Boletim do Empreendedor gratuitamente:


Gestão por Competências é tendência na gestão empresarial

Edição: 09/2011



Pesquisa do professor universitário e consultor em comportamento e desenvolvimento organizacional, Paulo Lot Jr., aponta que 68% de um total de 31 empresas da Região Metropolitana de Campinas, RMC, prevêem iniciativas do modelo de Gestão por Competências em seu planejamento, sendo que 35% as têm como ação prioritária e estratégica. "Esse tipo de gestão empresarial estimula a valorização do capital humano. Como as empresas buscam cada vez mais a maximização de resultados, elas estão repensando seus modelos de gestão e investindo em seu patrimônio e capital intelectual. O segredo do sucesso e o diferencial estão nas pessoas", explica.

A pesquisa foi feita entre os meses de março e setembro de 2008, com profissionais de micro, pequena, média e grandes empresas de diversos seguimentos do setor de indústria (48%), serviços (42%) e comércio (10%), localizadas na RMC. "O estudo possibilitou identificar e analisar as práticas e o atual estágio em que se encontram essas empresas para ver se as mesmas estão caminhando para um posicionamento estratégico com relação à Gestão de Pessoas", afirma o consultor. Para ele, o grande desafio é buscar e preparar as pessoas que ajudarão a empresa a atingir os resultados, identificando as competências que vão garantir a manutenção do sucesso no presente e, principalmente, no futuro.

Paulo Lot Jr. garante que com o modelo de Gestão por Competências, as organizações conseguirão alcançar seus objetivos através do alinhamento entre: a missão, visão e valores, alinhando o perfil desejado pela empresa com o perfil real do colaborador. Entre as práticas mais utilizadas, de acordo com a pesquisa, destacam-se a Avaliação de Colaboradores, Gestão de Metas e Avaliação de Desempenho. "Isso pode ser explicado, em parte, por uma forte tendência onde atingir metas e melhorar continuamente o desempenho são condições fundamentais pa¬ra o progresso na empresa", conta.

O consultor também observa com a pesquisa que as organizações es¬tão posicionando as áreas responsá¬veis por Gestão de Pessoas em níveis cada vez mais estratégicos, em razão da competitividade crescente. "De forma geral, as responsabilidades es¬tão divididas em níveis de gerência (32%) e de diretoria (23%) distribuídos nos di¬ferentes setores e portes das organi¬zações. Essa é mais uma evidência que a área de Gestão de Pessoas está sim trilhando um posicionamento cada vez mais estratégico".

Fonte: www.administradores.com.br

Deixe seu comentário:









Digite este número...

O que você achou desta matéria?

Vote e ajude-nos a melhorar.



Os seu e-mail e o seu CPF não serão exibidos nos comentários. Eles serão guardados em nossa base para podermos atender você, cada vez melhor!

Boletins especiais