Histórico

Mais votados

Cadastre-se

Preencha os campos abaixo para receber o Boletim do Empreendedor gratuitamente:


Sabe quais são as empresas onde os jovens desejam trabalhar? Descubra e desenvolva a sua para reter novos talentos!

Edição: 08/2017



Aos 22 anos, Carolina Naomi Ultimura cursa o quarto e último ano de Relações Públicas da Universidade do Estado de São Paulo (Unesp). Só falta o trabalho de conclusão de curso, conhecido como TCC, para ela se lançar com o diploma no mercado de trabalho. Apesar da pouca idade, a jovem já tem planos muito bem delineados para o futuro. E um sonho de consumo profissional. Quer trabalhar no Google, referência mundial em inovação, e conhecida pela sua política de incentivo ao desenvolvimento pessoal de seus funcionários. “Tenho vontade de ir para a área digital. E o Google é um ‘oceano azul’ de possibilidades”, diz Carolina, voluntária da empresa júnior da Unesp. Para ela, o Google deixa o colaborador livre para alcançar seus próprios resultados. “Quero trabalhar em um lugar em que eu possa fazer a diferença, que possa descobrir sozinha, errando”, explica. “Ele tem uma identificação de valores muito parecida comigo, acredita nas mesmas coisas que eu”.

A estudante não está sozinha no desejo de trabalhar na empresa digital. De acordo com uma pesquisa realizada pela Cia de Talentos, ela está em primeiro lugar no ranking das preferidas pelos jovens de 17 a 26 anos, seguida por Petrobras, Nestlé, Ambev e ONU. O ranking das empresas dos sonhos dos jovens, divulgada em junho, está em sua décima sexta edição, conta Danilca Galdini, diretora da Nextview People e responsável pela pesquisa da Cia de Talentos. O estudo foi realizado com 65.833 jovens de todo o Brasil, que responderam, via Internet, perguntas fechadas, e o que lhes vinha à cabeça: a empresa que gostariam de trabalhar e o nome de um líder que admiravam.

Além de atender às respostas básicas, que garantiram o ranking das empresas, a pesquisa conseguiu aferir qual a expectativa dos jovens sobre a carreira, o que eles imaginam e o que desejam para ela. “Eles têm uma alta expectativa de sucesso, de conseguir ter uma trajetória que entendem como de sucesso”, diz Danilca. Os jovens do estudo da Cia. de Talentos têm a expectativa de atuar com algo que os desafie, que os faça aprender sempre. Umas das características mais marcantes detectadas foi a preferência por companhias que oferecem desenvolvimento. Caso da Petrobras, que está em segundo lugar na pesquisa. A companhia é referência mundial em tecnologia de exploração em águas profundas e também inovação. “Quem vota nela como empresa dos sonhos fala sobre a consistência da Petrobras. A universidade corporativa da companhia é muito forte e os jovens veem ali uma chance de sair com uma formação que não existe no Brasil”, diz Danilca.

A estudante de Farmácia Lana Vitoriano Vieira, de 20 anos, admite que ali trabalharia pela expertise reconhecida da petroleira. “A eficiência da empresa é algo que levaria em conta”, diz. Mas há valores muito fortes para Lana e sua geração: a ética nas companhias. O fato de a Petrobras estar trabalhando pelo aperfeiçoamento de suas práticas de gestão para evitar práticas ilícitas é vista como um fator de atração por Lana. No caso da estudante de Farmácia, seu conceito de ética abrange também outras dimensões. “Uma empresa que não está interessada em inclusão não me representa”, afirma Lana, que é negra e cobra das empresas programas de igualdade racial. A Petrobras tem uma política de diversidade que prevê a garantia de 50% das vagas para estudantes negros e negras no processo seletivo de estágio.

Danilca diz que a Petrobras tem se mantido em segundo lugar há alguns anos. Em estudos de grupo mais dirigidos, a Nextview People identificou que os jovens compreendem a corrupção como uma escolha profissional e não corporativa. Ou seja, os futuros profissionais separam os problemas que atingiram a companhia da essência de sua cultura.

Fonte: El País


Deixe seu comentário:









Digite este número...

O que você achou desta matéria?

Vote e ajude-nos a melhorar.



Os seu e-mail e o seu CPF não serão exibidos nos comentários. Eles serão guardados em nossa base para podermos atender você, cada vez melhor!

Boletins especiais