Histórico

Mais votados

Cadastre-se

Preencha os campos abaixo para receber o Boletim do Empreendedor gratuitamente:


WhatsApp é ferramenta de trabalho?

Edição: 10/2017

Whatsapp para empresas. Vale a pena?

O Whatsapp é uma ferramenta para troca de mensagens instantâneas e ligações via internet. Aqui no Brasil já existem 38 milhões de usuários e com certeza o seu cliente está entre eles.

Muitas empresas o estão utilizando para fazer atendimentos e dar suporte a compras realizadas via e-commerce. Mas em sua maioria das vezes esse aplicativo é para uso pessoal, onde o usuário interage com amigos e familiares.

Para que o usuário interaja com uma empresa, por exemplo, ele terá de detectar algum benefício ou deverá ter algum interesse nesse contato. Por isso, é preciso ter muito cuidado para que a sua empresa não se torne invasiva, ao tentar manter um relacionamento com os seus clientes.

Mas o que pode ser um problema, pode também ser uma oportunidade. Se o trabalho for bem feito, você poderá criar uma boa proximidade entre o seu cliente e a sua marca. Para aqueles que decidiram optar pelo uso da ferramenta, vale fazer um teste antes, para ver se realmente compensa.

Confira a seguir, as 9 dicas de ouro para começar a usar o Whatsapp como ferramenta de atendimento na sua empresa:

1. Tenha um número específico.

Nada de usar o seu número de celular pessoal para o serviço. Tenha um número e um celular só para o atendimento que será feito via Whatsapp.

2. Deixe que o seu cliente tome a iniciativa.

Caso o seu cliente deseje receber esse tipo de atendimento, ele deverá ter que no mínimo, autorizar. Jamais entre em contato ou inicie uma conversa sem autorização prévia.

3. Tenha uma equipe treinada.

Treine os seus funcionários para realizar o serviço. Além do uso da ferramenta, é necessário também usar uma linguagem adequada, nem tão formal, nem informal demais. É preciso também se preparar para as reclamações que poderão vir.

4. Não seja amador.

Há muitas empresas que oferecem soluções já prontas para atendimentos via Whatsapp. Vale a pena dar uma olhada no mercado.

5. Não faça uma ação isolada.

De alguma forma, você deverá integrar os atendimentos realizados via Whatsapp com os demais atendimentos realizados por outros canais como por exemplo, e-mail, telefone, presencial. É fundamental para o sucesso da sua empresa manter um histórico atualizado de seus clientes.

6. Se prepare para responder.

Quando se cria um novo canal de relacionamento, se faz necessário se preparar para as demandas que vierem. Pode ser que você tenha pouca procura, ou uma procura além do esperado. Tenha um plano B, caso isso aconteça.

7. Estabeleça um horário.

O Whatsapp é um canal de troca de mensagens. E este fator, fará com que o seu cliente exija respostas imediatas. Se você não tiver essa disponibilidade, deixe claro quanto tempo leva para que a sua empresa responda e estabeleça um horário de atendimento.

8. Ofereça também outros serviços.

Além de criar um espaço para interação com o seu cliente, você também poderá oferecer outros serviços, como acompanhamento de pedidos, caso sua empresa seja um e-commerce, por exemplo.

9. Avalie o resultado.

Faça avaliações periódicas do uso do Whatsapp como ferramenta empresarial e analise:
• Houve aumento das minhas vendas?
• Economizei com outros canais como telefone e esforços de vendas presenciais?
• Meu cliente ficou satisfeito?

Os indícios acima e outros indicadores que você estabelecer vão sinalizar o melhor caminho a seguir.

Boa sorte e ótimos negócios para você!

Fonte: Blog Sebrae/PR

Deixe seu comentário:









Digite este número...

O que você achou desta matéria?

Vote e ajude-nos a melhorar.



Os seu e-mail e o seu CPF não serão exibidos nos comentários. Eles serão guardados em nossa base para podermos atender você, cada vez melhor!

Comentários (4)

-
(45) Gostei informações. Sou Repres. Coml. e recebo muito zap de clientes, já equiparo com o e.mail.
-
(43) sem cometário...
-
(43) sem cometário...
-
(41) Todas ferramentas que surgirem em pró de negócios serão bem vindas, como é o caso dos aplicativos. Queira ou não queira teremos que caminhar-nos juntos.

Boletins especiais