Histórico

Mais votados

Cadastre-se

Preencha os campos abaixo para receber o Boletim do Empreendedor gratuitamente:


O empreendedorismo como alternativa para aposentados. Olha só!

Edição: 11/2017

O empreendedorismo tem sido uma solução encontrada por muitas pessoas no País para enfrentar a crise econômica.
Mas uma categoria em especial tem investido no sonho de abrir um negócio para se manter em atividade: são os aposentados. De acordo com o Sebrae, 70% das pessoas que pensam em abrir um negócio após completarem o tempo necessário para a aposentadoria, veem o empreendedorismo como uma saída para manter ou melhorar o poder aquisitivo. Desses 70%, 64% têm pretensões de se capacitar para a abertura do negócio. A maioria das pessoas que pretendem abrir um negócio ou empresa tem a pretensão de atuar nos setores do comércio (60%), serviços (30%), após a aposentadoria.

Leia também:
Empresas recorrem à inteligência artificial para melhorar negócios

Com esse interesse dos aposentados, o Sebrae tem lançado em seu portal, o www.sebrae.com.br, informações para quem deseja montar um negócio, orientando o empreendedor com sugestões sobre como se qualificar para entrar no mundo dos negócios.

Segundo o Analista do Sebrae em Pernambuco, Valdir Cavalcanti, “hoje as pessoas se aposentam com muita vitalidade, ainda apresentam disposição para trabalhar e chega um momento em que os aposentados cansam da ociosidade e procuram se ocupar. E é através do empreendedorismo que muitos procuram essa ocupação, descobrindo o seu lado empreendedor, e não ficando de forma ociosa, sempre buscando uma ocupação”, destaca o analista. “O empreendedor de maneira geral é muito importante para a economia do País, ele vai gerar renda para si próprio, vai movimentar a economia, e gerar empregos, isso é fundamental. Empreender é importante seja antes ou após a aposentadoria”, finalizou Cavalcanti.

O principal ramo de investimentos que os participantes da pesquisa do Sebrae citaram, foi o da alimentação, que foi citado por grande parte dos entrevistados. Com isso, o casal Telma Lira e João Lira, decidiu abrir uma loja de produtos saudáveis no bairro de San Martin. O casal de aposentados abriu a loja nesse ramo, pelo fato de Telma já acompanhar o tipo de produto, sendo consumidora, e por ter sentido que o bairro que mora precisava de uma loja desse ramo. “Quando eu e meu esposo trabalhávamos, nós não tínhamos a disponibilidade de empreender, pois éramos funcionários públicos. Após a aposentadoria, percebi que o bairro de San Martin sentia a necessidade de algo desse tipo, foi então que conheci o Sebrae e participei de cursos e oficinas para chegar preparada no empreendimento”, destacou Telma Lira, 55 anos. "Fiz toda uma preparação para saber ainda mais dos produtos naturais, pois já era consumidora, foi um caminho que achamos que daria certo, mas precisava de uma orientação para por em prática", finalizou Telma.

Fonte: Folhape

Deixe seu comentário:









Digite este número...

O que você achou desta matéria?

Vote e ajude-nos a melhorar.



Os seu e-mail e o seu CPF não serão exibidos nos comentários. Eles serão guardados em nossa base para podermos atender você, cada vez melhor!

Boletins especiais