Histórico

Mais votados

Cadastre-se

Preencha os campos abaixo para receber o Boletim do Empreendedor gratuitamente:


Esteja preparado para empreender sustentavelmente.

Edição: 12/2017

Você está pronto para o empreendimento sustentável?



O empreendedorismo sustentável é hoje umas das maiores e melhores formas de negócio em todo o mundo, deixando de ser uma tendência para tornar se, efetivamente, uma realidade econômica. Este verdadeiro fenômeno global tem recebido investimentos cada vez mais vultosos de instituições públicas e privadas, ampliando o objetivo da criação de valor para a geração de riqueza também social e ambiental. O conceito engloba tanto a reconstrução corporativa em bases sustentáveis quanto a criação de novos empreendimentos totalmente voltados para a geração de sustentabilidade. Negócios amigos do meio ambiente cada vez mais amplos, inovadores e, por que não, lucrativos, que mostram que a busca pela vantagem competitiva através da valorização ambiental pode ser extremamente vantajosa. Por aqui, há vários exemplos de empreendedorismo sustentável que merecem ser destaque.

Há ótimos exemplos de empreendedorismo sustentável no Brasil


O Brasil, que já desponta como detentor de um conjunto de valores que têm incentivado a criação e a transformação de empresas amigas do meio ambiente, entre eles a descentralização dos programas que incentivam o empreendedorismo sustentável, devido à sua diversidade regional de cultura, infraestrutura e qualificação de mão de obra. Hoje há excelentes exemplos de empreendedorismo sustentável no Brasil, entre os quais, alguns merecem destaque.

1. Estre – Exploração de aterros sustentáveis

Não é de hoje que muita gente ganha dinheiro com o lixo, mas a maior empresa de saneamento ambiental do país, a Estre (SP), faz a gestão de nove aterros sanitários em várias regiões do território nacional – processado 40.000 toneladas de resíduos por dia, quase 25% do total do lixo urbano brasileiro – além de um aterro em Buenos Aires, na Argentina, e outro em Bogotá, na Colômbia. No entanto, a meta não é ser apenas uma grande empresa de saneamento, mas sim uma empresa de soluções ambientais. Para isso, sua equipe de inovações está constantemente buscando novas soluções, como a máquina importada da Finlândia por R$50 milhões e que deixa os resíduos prontos para diversas finalidades sustentáveis, entre elas a transformações em combustível para fornos e caldeiras, em energia ou outras finalidades desenvolvidas pela equipe.






2. Natura, entre as 100 empresas mais sustentáveis do mundo

No ranking da Corporate Knights a Natura ocupa o 61º lugar (44º em 2015) entre as 100 empresas mais sustentáveis do mundo. O principal foco que guia qualquer parte do seu projeto de desenvolvimento é o compromisso com as comunidades locais, funcionários, revendedores e estudantes. Hoje a Natura é a única empresa de grande porte certificada pelo Sistema B, um movimento global que busca criar um ecossistema de empresas que valorizam o desenvolvimento social e sustentável. Criado pelo B-Lab nos Estados Unidos, em 2006, a proposta de redefinir o sucesso para os negócios já tem mais de 1.850 empresas certificadas, 247 delas na América do Sul.



3. Conexão Social / Viva Rio - Fim dos “gatos” em Itaboraí

O empreendimento ambiental de comunidades e ONGs também podem pautar ações corporativas, como o projeto da Conexão em parceria com a ONG Viva Rio. Através dele foi montada uma parceria com a Ampla, a concessionária local de energia, para a instalação de painéis solares que fornecem energia suficiente para o funcionamento das bombas d’água, um dos equipamentos que mais consomem energia nas comunidades de Itaboraí (RJ). Até agora quase 70 famílias já foram beneficiadas, resultado na redução do furo de energia (os chamados “gatos”) de 85% para 20%. A ideia é replicar o projeto em diversas comunidades que apresentem altos índices de perdas de energia e de inadimplência.

4. Rio Quente Resort – Dança das águas

No sul de Goiás, o Rio Quente Resort montou um sistema de gestão eficiente da água para preservar o ecossistema do qual ele mesmo tira o seu sustento econômico: além de estação de tratamento própria, que devolve a água utilizada em condições potáveis para o Rio Quente, a água das piscinas é reutilizada nas descargas do banheiro e na irrigação do complexo. No uso de energia, o consumo foi reduzido em 15% com a instalação de painéis solares e a produção de biogás a partir do esgoto.



5. Even – Sustentabilidade na construção civil



Em 2015 e por três anos consecutivos a Even recebeu o prêmio de Empresa Mais Sustentável do Setor de Construção Civil no Guia Exame de Sustentabilidade. A empresa não mede esforços quando o assunto é inovação sustentável: para se ter uma ideia, entre as iniciativas da empresa pra disseminar boas práticas, o projeto Olhares Sustentáveis no Canteiro reuniu 42 mestres de obras em workshops de fotografia registrando situações que traduzissem as práticas de sustentabilidade, e revelaram as imagens em um ateliê montado nas obras. Além disso, outros atributos de sustentabilidade dos empreendimentos da Even, também chamam a atenção, como o consumo 39% menos de energia e 27% menos de água do que o padrão da área.

Para quem está descobrindo que o empreendimento sustentável é um ótimo negócio, a melhor estratégia é conhecer as inovações desenvolvidas para cada setor – e para isso nada melhor do que frequentar as feiras sustentáveis que acontecem por todo o país. Cada uma delas reúne dezenas de expositores, painéis e conferências com autoridades, representantes de entidades e empresas ligadas à sustentabilidade, sendo uma excelente oportunidade para ficar por dentro das novidades e aumentar seu networking.

Fonte: EcoFair

O que você achou desta matéria?

Vote e ajude-nos a melhorar.



Os seu e-mail e o seu CPF não serão exibidos nos comentários. Eles serão guardados em nossa base para podermos atender você, cada vez melhor!

Boletins especiais