Histórico

Mais votados

Cadastre-se

Preencha os campos abaixo para receber o Boletim do Empreendedor gratuitamente:


Seres criativos, onde estão?

Edição: 11/2011


Diversas publicações em todo o mundo têm dado destaque ao tema de como podemos ser mais criativos em nossas empresas e negócios. O antes negligenciado “pensar criativo” agora tem sido constantemente colocado na pauta das grandes organizações e líderes. Publicamos em nosso blog, recentemente, uma matéria sobre uma pesquisa global onde 1.500 CEOs de 30 setores diferentes em mais de 60 países dizem que a principal competência profissional para as empresas de hoje e do futuro é a criatividade. Ser criativo e saber gerar boas ideias são as habilidades mais desejadas segundo 365 dirigentes de grandes empresas só na América Latina.


Por que? Sob o aspecto corporativo, talvez porque as empresas tenham percebido que na atual sociedade pós-industrial produzir bens e materiais em grande escala já não é suficiente para conquistar mercados ou fidelizar clientes. Estão observando que atualmente vale mais a produção de ideias, boas ideias, do que simplesmente produzir por produzir. Não apenas para o diferencial de mercado, mas especialmente para se tornarem percebidas como empresas inovadoras – outro termo bastante usado atualmente nas organizações. Ora, para inovar há que se criar. Não por acaso as empresas mais inovadoras do mundo, hoje, são aquelas nas quais seus DNAs foram originados pelo pensar e agir de líderes criativos. E isso vale não apenas para as empresas de tecnologia. Há criatividade empresarial por todo lado em todas as áreas.

Sob o aspecto humano das empresas, ainda estamos redescobrindo as habilidades que nos diferem dos animais: o pensar, o criar e o transmitir conhecimento. O sociólogo italiano Domenico De Masi disse em sua obra – Criatividade e grupos criativos – que a sociedade industrial deixou uma herança difícil de se livrar: de que mais vale a objetividade e a produção em massa das coisas, do que a subjetividade, a beleza e a estética das mesmas. Entretanto, as empresas inovadoras da atual sociedade pós-industrial têm rompido com esse estigma e demonstrado que é possível produzir bens, produtos e serviços por meio de ideias originais, design, sistemas inovadores e criatividade, aliados à produtividade, diferencial de mercado e lucratividade. E isso tudo dentro de ambientes abertos, com estruturas flexíveis de trabalho, foco em resultados, tempo para inovar e pouca hierarquia.

Porém, como podemos esperar por líderes criativos, se de uma forma geral a sociedade ainda privilegia o pensamento linear, a educação extremamente formal e conservadora de escolas e faculdades e os MBAs altamente especializados, ao invés do pensamento criativo e crítico, a educação para novas ideias e o fomento à diversidade de conhecimento, aliados a boas especializações? Confesso que não tenho a resposta mágica. Uma reflexão sobre pais e a educação dos filhos, o novo papel da escola, da universidade e o ambiente empresarial poderiam trazer as soluções.

Imagino que a solução esteja em nós mesmos. Mudar a perspectiva, buscar novos caminhos, estabelecer conexões em ambientes variados, pisar em outras tribos, olhar para os lados, quebrar preconceitos, tentar e não ter medo de errar e nem do julgamento alheio, além de sair da zona de conforto são grandes iniciativas para reaprendermos a pensar e agir de forma criativa como humanos e profissionais. Difícil? Lembre-se que tudo isso realizávamos com naturalidade e diversão quando éramos crianças e fazíamos muito bem, por sinal. A criatividade não é uma vocação que acomete aos grandes gênios esporádicos, mas são eles que a utilizam sem medo em suas vidas e seus trabalhos ao invés de deixá-la guardada como algo esquecido do tempo da infância. Quer ser criativo? Então comece observando as crianças.


Fonte: http://escoladecriatividade.com.br/





 

Deixe seu comentário:









Digite este número...

O que você achou desta matéria?

Vote e ajude-nos a melhorar.



Os seu e-mail e o seu CPF não serão exibidos nos comentários. Eles serão guardados em nossa base para podermos atender você, cada vez melhor!

Comentários (2)

-
Excelente comentario que para o mundo ao futuro com a "criatividade"!! teremos possibilidades muito maiores de soluções !! ah!! continuar observando as crianças!!!!!! esta materia merece 5 estrelas
-
Jost, relamente gtemos muito a aprender com as crianças! Sucesso!
-
otimo
-
Luis, obrigada por comentar! Abraço!

Boletins especiais