Histórico

Mais votados

Cadastre-se

Preencha os campos abaixo para receber o Boletim do Empreendedor gratuitamente:


A utilidade das divergências

Edição: 07/2012

Wray Herbert, especialista em ciência do jornal virtual The Huffington Post, reconhece que gosta de observar como as equipes de governo americanas, sejam quais forem, chegam à Casa Branca unidas em torno de um projeto e em pouco tempo se fragmentam em facções: “puristas ideológicos contra pragmáticos, veteranos experientes contra jovens radicais”. O cenário de harmonia começa a ganhar contornos de crise, a produtividade e o fluxo de trabalho parecem ameaçados.



Herbert avisa que não é bem assim, se estiverem certas as conclusões de uma pesquisa conduzida pelas psicólogas experimentais Margaret Ormiston, da London Business School, e Elaine Wong, da Universidade de Wisconsin (EUA), campus de Milwaukee. Os resultados foram publicados na versão on-line da revista Psychological Science, aberta apenas para assinantes.

O trabalho examinou observações e dados recolhidos entre 50 das 500 maiores empresas do ranking da revista Fortune. A conclusão foi que, à medida que as equipes se dividem em grupos, seus integrantes tornam-se mais competitivos e atentos para o comportamento dos demais. Isso gera vantagens e desvantagens. Entre as vantagens está uma disposição geral em discutir e esmiuçar as propostas dos oponentes, o que, segundo Ormiston e Wong, torna as decisões mais éticas (o que foi verificado por meio do histórico de doações e medidas de respeito à comunidade em que atuam as empresas estudadas).

Uma ressalva importante: as consequências boas da desunião só foram observadas em empresas em que o poder decisório também é descentralizado. “Quando as decisões são concentradas no topo, a fragmentação não provoca deliberações mais éticas, apenas leva a mais fragmentação”, informa Herbert. “Isso é uma lição para qualquer organização, seja no campo dos negócios, seja na administração pública”, acrescenta.

Fonte
Papo de empreendedor

Deixe seu comentário:









Digite este número...

O que você achou desta matéria?

Vote e ajude-nos a melhorar.



Os seu e-mail e o seu CPF não serão exibidos nos comentários. Eles serão guardados em nossa base para podermos atender você, cada vez melhor!

Boletins especiais