Histórico

Mais votados

Cadastre-se

Preencha os campos abaixo para receber o Boletim do Empreendedor gratuitamente:


29 dúvidas cruciais dos empreendedores

Edição: 10/2012



1. Como reestruturar as minhas dívidas?
Procure inicialmente alongar o prazo e concentrá-las ao máximo, se possível num único agente financeiro, para facilitar a negociação. Mostre às instituições credoras seus planos de crescimento e indicadores da capacidade de no futuro cumprir os compromissos. Veja se há ativos que possam ser vendidos para capitalizar o negócio e, portanto, minimizar o custo dos empréstimos. Considere também a possibilidade de entrada de um sócio.

2. Como administrar as minhas ansiedades?
Antes de abrir um negócio, deve-se definir quanto tempo e dinheiro você está disposto a investir. Tenha em mente que o tempo para as coisas acontecerem em geral é muito maior do que esperamos. Empreendedores de sucesso costumam ser os que administram melhor as ansiedades. Não existe uma fórmula para isso, mas vale a pena sempre lembrar daquilo que já foi conquistado e não perder de vista os objetivos maiores.

3. Como administrar a ansiedade de meus familiares?
Empreender implica sacrifícios. Antes de começar o negócio, tente especificar tudo o que você e seus familiares estão dispostos a sacrificar. Prevejam como serão as coisas durante o período de investimentos, o que pode acontecer de melhor e pior, e qual é o plano de contingência. Solidariedade será fundamental nos períodos que virão.

4. Estou desconfiado do meu sócio. O que fazer?
Sociedades são casamentos que têm a confiança como condição fundamental. Há várias formas de proteger o patrimônio quando se constitui a empresa, mas, se há desconfianças, devem ser discutidas abertamente. Caso não desapareçam, é melhor desfazer a sociedade.

5. Que riscos a tecnologia digital pode trazer e como devo me proteger?
Os riscos existem e serão cada vez maiores. Vão desde a invasão de hackers a arquivos da empresa até aspectos jurídicos associados à utilização de tecnologia, como por exemplo contratos de licença de software. Existem empresas especialistas na gestão desses riscos, bem como escritórios de advocacia com essa especialização.

6. É possível seguir o plano de negócios à risca?
Um plano de negócios é feito para ser seguido à risca. Mas um dos atributos de empresas vencedoras é a flexibilidade para se adaptar a mudanças no mercado.

7. Como separar as finanças pessoais das finanças da empresa?
Os sócios-executivos devem ser remunerados apenas quando houver condições para isso. Os salários dos sócios devem estar alinhados com o mercado e condizentes com o tamanho da organização. Não caia na tentação de fazer a empresa ser a financiadora de sua vida pessoal. Mais cedo ou mais tarde isso provocará endividamento e entraves ao crescimento.

8. Não consigo tirar férias porque sou apaixonado pelo meu trabalho. Isso é normal?
Sim, mas é fundamental tirar férias, descansar e relaxar para recuperar as energias e desenvolver a capacidade de pensar "fora da caixa". Se você não percebe os benefícios pessoais de tirar férias, faça isso em prol do negócio.

9. O que é capital inicial?
É o capital de giro necessário para iniciar as atividades de seu negócio e "rodar" as operações até começar a gerar receita suficiente para equilibrar este capital.

10. Como calcular e gerenciar o capital de giro?
Existem várias formulas. Uma delas é baseada no número de dias de giro do estoque, somado aos dias das contas a receber menos os dias das contas a pagar. O resultado, multiplicado pelo valor das vendas, dará uma das indicações da necessidade de capital de giro. Exemplo: o giro de estoque é de 15 dias, contas a receber, 35, e contas a pagar, 30, totalizando 20. Se as vendas forem de R$ 1.000, o resultado é R$ 20.000. Esse capital não deve sair da operação e muito menos ser distribuído aos sócios. Muitas empresas entram em grandes níveis de endividamento por não terem essa disciplina.

11. O que é financiamento para capital de giro?
Vários bancos oferecem linhas de financiamento específicas para cobrir a necessidade de capital de giro. O empreendedor precisa ter muito cuidado com esse tipo de empréstimo, que deve ser tomado apenas se houver um horizonte de crescimento e equilíbrio financeiro.

12. O que é sucessão de responsabilidades?
Quando compra um negócio, o novo dono é sucessor das responsabilidades do antigo. Em algumas aquisições, buscam-se soluções alternativas, como ficar apenas com a fábrica e as máquinas, sem herdar o passivo trabalhista, por exemplo. Mas mesmo que esteja prevista em contrato, dificilmente uma operação como essa irá descaracterizar a sucessão trabalhista. Em suma, quem compra a empresa compra o pacote todo.

13. O que são negócios escaláveis?
São negócios passíveis de serem replicados e por isso capazes de crescer de modo agressivo. É o que acontece, por exemplo, com a criação de novas unidades usando o mesmo modelo de negócio.

14. O que é acordo de acionistas?
Um acordo de acionistas é um contrato que rege as relações entre eles em relação a pontos importantes, como saída de sócios, entrada de novos, transferência de participações, venda da empresa e direito de preferência, entre outros.

15. O que são fundos de investimento?
Os fundos de investimento privado (private equity ou venture capital) gerenciam capital de investidores dispostos a comprar participação nas empresas para ajudá-las a crescer e, depois que isso acontece, obter lucro com a venda de sua parte.

16. Como abordar fundos de investimento?
A empresa deve ter um plano de negócios consistente e uma estratégia clara de crescimento para mostrar de que forma usaria o capital investido pelo fundo. Com isso, o investidor saberá como fará sua saída estratégica depois do período de investimento.

17. Quais as diferenças entre os regimes tributários: Simples, Lucro Presumido e Lucro Real?
O Simples nacional é um regime facilitado para arrecadação pelas microempresas e empresas de pequeno porte. Por meio dele, são pagos em uma única guia de recolhimento oito tributos: seis federais, ICMS estadual e ISS municipal. O Lucro Presumido, baseado numa estimativa de lucro, é geralmente usado por empresas médias. Quando o faturamento for superior a R$ 48 milhões, aplica-se o Lucro Real, baseado na apuração real do lucro.

18. Quais as diferenças entre Estatuto Nacional da ME/EPP e o Simples nacional?
O Estatuto Nacional da Microempresa define que a ME deve ter, em cada ano-calendário, receita bruta igual ou inferior a R$ 360 mil. No caso da Empresa de Pequeno Porte, a receita deve ser superior a R$ 360 mil e igual ou inferior a R$ 3,6 milhões. A partir de 2012, há um limite extra para exportação de mercadorias no valor de R$ 3,6 milhões. Dessa forma, a EPP poderá auferir receita bruta até R$ 7,2 milhões, desde que não extrapole, no mercado interno ou em exportação, o limite de R$ 3,6 milhões. Ambas podem pagar o Simples nacional, salvo algumas exceções.

19. Tendo optado pelo sistema Simples, o que devo declarar à Receita?
Devem constar da Declaração Anual do Simples Nacional informações como receita bruta, número de empregados, despesas gerais (luz, água, contador, compras) e o que foi recolhido de imposto pelo Simples. Também é preciso fornecer dados dos proprietários da empresa. O Simples nacional exige recolhimento mensal, mediante documento único de arrecadação, dos seguintes tributos:
- Imposto sobre a Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ);
- Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI);
- Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL);
- Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins);
- Contribuição para o PIS/Pasep;
- Contribuição Patronal Previdenciária (CPP);
- Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação (ICMS);
- Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS).

20. O que é ICMS e sobre o que se aplica?
O ICMS é um imposto sobre operações relativas à circulação de mercadorias e sobre prestações de serviços de transporte interestadual, intermunicipal e de comunicação. Basicamente, o tributo incide sobre qualquer movimentação de serviços ou produtos. No entanto, transações relativas a livros, jornais e revistas, ouro quando ativo financeiro, operações e prestações que destinem mercadorias ao exterior e algumas outras não estão sujeitas à tributação. Por ser um imposto de competência dos Estados, pode variar de um para outro.

21. O que são canais de venda e como escolhê-los?
Canais de venda são as formas utilizadas para fazer os produtos chegarem ao consumidor final. Podem ser revendas, lojas de varejo, distribuidores, sites de vendas, entre outros. A escolha dos canais de venda deve estar alinhada com a estratégia e política de distribuição da sua empresa.

22. O que é “coaching”? Devo contratar?
É um processo de educação pessoal com vistas a determinadas metas profissionais. Quando conduzido por profissionais sérios, ajuda no seu crescimento. Esteja preparado para algo que o fará repensar aspectos importantes de sua vida. Os momentos mais indicados para um "coaching" são os que antecedem mudanças e desafios.

23. O que é “tag along” e “drag along”?
“Tag along” é um mecanismo de proteção dos acionistas minoritários que garante o direito de vender suas ações a um novo investidor que tenha assumido o controle da companhia. “Drag along” é um mecanismo de proteção ao investidor minoritário que dá a ele o direito, em determinadas condições, de arrastar os outros acionistas a uma venda da totalidade das ações da companhia. O mecanismo pode ser aplicado em função do tempo de existência da empresa, valor mínimo da venda etc. As condições são definidas no acordo de acionistas.

24. O que é um conselho de administração?
Representando os acionistas, a responsabilidade do conselho de administração é buscar que os administradores da companhia cumpram corretamente o seu mandato, aproveitando as oportunidades de mercado com decisões éticas e que garantam a sobrevivência da empresa. Deve representar da melhor forma possível os interesses da companhia e de seus acionistas.

25. Quais as diferenças entre uma Ltda. e uma S.A.?
A S.A. tem o capital dividido em ações, enquanto a Ltda. possui capital dividido em quotas. Essa diferença altera o modo como os sócios respondem por suas responsabilidades. Os sócios (acionistas) da S.A. não respondem pelas responsabilidades da empresa, salvo algumas exceções. Numa Ltda. os sócios estão sujeitos a responder por dívidas trabalhistas, tributárias ou relativas aos consumidores. A Comissão de Valores Mobiliários regula e fiscaliza as S.A.s, mas não as sociedades limitadas.

26. Como calcular o retorno sobre o investimento (ROI) e qual o prazo ideal?
O cálculo do ROI (Return on Investments) ajuda a quantificar o que ocorreu com o capital investido. O ROI representa, basicamente, a relação entre o lucro/prejuízo obtido sobre o capital investido. Assim, se o investidor aportou 1 e obteve 2 de volta, significa que teve lucro e multiplicou seu capital por 2. Não existe um prazo ideal. Isso depende da expectativa dos investidores, suas possibilidades financeiras e do valor que pretendem criar para o seu negócio.

27. O que é Análise Swot e como desenvolver?
A análise Swot procura identificar as forças (strengths), fraquezas (weaknesses), oportunidades (opportunities) e ameaças (threats) inerentes a um negócio. Esses aspectos são colocados numa tabela que facilita traçar estratégias para proteger-se de riscos e aproveitar as oportunidades.

28. O que é análise EVA?
Eva significa "economic value added", valor econômico agregado. É o cálculo que permite, por meio da análise do impacto de investimentos feitos ou a serem efetuados na empresa, avaliar se são ou não viáveis. É uma abordagem indicada para previsões de longo prazo.

29. O que é Ebitda?
Significa "earns before income tax, depreciation and amortization" – ou seja, os ganhos reais, descontado o pagamento de impostos, depreciação e amortização.

Fonte
PEGN

Deixe seu comentário:









Digite este número...

O que você achou desta matéria?

Vote e ajude-nos a melhorar.



Os seu e-mail e o seu CPF não serão exibidos nos comentários. Eles serão guardados em nossa base para podermos atender você, cada vez melhor!

Comentários (5)

-
bom dia muito bom mesmo o sebrae esta de parabéns
-
 Olá Leonel, Bom Dia!

Obrigado pelo seu comentário. Conheça nosso blog: http://sites.pr.sebrae.com.br/blogs/ e tenha acesso a mais informações.

Para ampliar seu conhecimento, segue o link da Revista Soluções Digital: http://www.sebraepr.com.br/sites/PortalSebrae/revista-solucoes
-
muito boa matéria! Parabéns
-
Muito boa essa matéria.
-
Muito interessante, esclareceu muitas dúvidas.
-
Boa tarde,

Obrigado pelo comentario!
-
Muito boa matéria!
-
Boa Tarde,

Obrigado pelo comentario!

Boletins especiais