Histórico

Mais votados

Cadastre-se

Preencha os campos abaixo para receber o Boletim do Empreendedor gratuitamente:


Como descobrir o melhor regime tributário para sua empresa

Edição: 12/2012

 Como descobrir o melhor regime tributário para sua empresa
Respondido por Thais Mayumi Kurita, advogada



A vida do empresário tem início com a escolha do negócio, que se baseou, entre outros itens, nos ganhos do final do mês. Para tanto, o empreendedor esbarrará na escolha do melhor regime de apuração de impostos para sua empresa.

A opção pelo regime vale para todo o ano-calendário, portanto, entender o comportamento do mercado no qual sua empresa se encontra pode auxiliar no momento da escolha. Confira abaixo três regimes tributários e os pontos essenciais de cada um deles:

Simples Nacional: esse regime traz duas vantagens desejadas por pequenos empresários: as alíquotas tendem a ser menores e a administração da agenda tributária é mais simples. Para se enquadrar no Simples Nacional, é preciso preencher requisitos como atividade da empresa, faturamento anual, quadro de sócios, entre outros. Vale conhecer a Lei Complementar 123, de 14 de dezembro de 2006, conhecida como Lei do Simples Nacional. Caso a empresa tenha pouco ou nenhum empregado, é recomendável comparar o regime do Simples com o Lucro Presumido.

Lucro Presumido: esse regime pode ser vantajoso para empresas cujo lucro seja superior a 32% do faturamento bruto. Isso porque, para maior parte das empresas, a base de cálculo dos impostos é 32% sobre o faturamento bruto (essa é a base presumida). A apuração, nesse regime, impacta o Imposto de Renda – Pessoa Jurídica (IRPJ) – 15% sobre 32% do faturamento bruto. Sobre o valor excedente, há um adicional de 10% calculado sobre o que houve em excesso; e Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) – 9% sobre 32% do faturamento bruto. Importante: a base de cálculo pode variar pela atividade da empresa.

Lucro Real: esse regime é normalmente adotado por empresas de maior porte, pois essas carregam grandes despesas ou são obrigadas a adotar esse regime por força de Lei.
Em princípio, empresas cujo lucro seja inferior a 32% teriam mais vantagens na adoção do Lucro Real como forma de apuração. Mas a escrituração contábil deve ser rigorosa, pois somente as despesas comprovadas poderão ser consideradas para fins de dedução ou compensação.

Fonte
PEGN

Deixe seu comentário:









Digite este número...

O que você achou desta matéria?

Vote e ajude-nos a melhorar.



Os seu e-mail e o seu CPF não serão exibidos nos comentários. Eles serão guardados em nossa base para podermos atender você, cada vez melhor!

Comentários (8)

-
Senti falta de uma análise desse tipo para o terceiro setor (ONGs e OSCIPs), pois trabalho como engenheiro em uma. Sou remunerado como profissional, aliás ganho melhor que muitos colegas de empresas de consultorias, mas não temos lucro com os projetos. Esse setor carece de orientação contábil e jurídica. O ICom (instituto comunitário de florianópolis) cumpre um papel importante, mas acredito que o SEBRAE poderia auxiliar o terceiro setor tb!
-
Olá Richard, bom dia!

Obrigada pelo comentário. Converse com os consultores SEBRAE com certeza eles irão auxiliar ou lhe dar algumas dicas para serem usadas no dia a dia.


Obrigada e boa sorte!!!
-
Esclarecimento sobre impostos
-
Olá Marlon, bom dia!

Obrigada por comentar. O SEBRAE/PR tem satisfação em auxilia-lo, para isso sugerimos que agende um horário com um de nossos consultores através da nossa central de atendimento 0800 570 0800.


Se preferir converse diretamente com nossos consultores através do SEBRAE Responde, acesse: http://app.pr.sebrae.com.br/JCorporativo/Fale.do
-
Adorei, mas poderiam imaginar que quem está lendo não entende, por mais que queiramos, a linguagem tributária, portanto, acredito que uma linguagem mais simples voltada para o leigo seria mais proveitoso.
-
Olá Fernando, boa tarde!

Obrigada por comentar e obrigada por nos informar o seu ponto de vista, com certeza será enviados ao setor responsável. Portanto, você pode tirar todas as suas dúvidas e ter um atendimento personalizado e gratuito com os consultores SEBRAE/PR, agende um horário através da central de relacionamento 0800 570 0800.

Obrigada.
-
usar orientação com linguagem comparativas mais simples
-
Olá Renato, boa tarde!

Obrigada por comentar. Conheça a coleção de vídeos SEBRAE Pocket, são vídeos com temas diversos com dicas interessantes para utilizarem no dia a dia. Acesse: http://bit.ly/12rSIWE

Obrigada, sucesso!
-
parabéns pela matéria. existe outros regimes além destes 3? obrigado
-
Olá Jmelo, boa tarde!

Obrigada por comentar.
-
Bom dia, trabalho d Representante e a empresa ta me cobrando um cnpj, empresa de representação, qual das três opções seria melhor para mim. Elison Meyer 48 99295545
-
Olá Elison, boa tarde!

Obrigada por comentar. Agende um horario com um de nossos consultores e tire suas dúvidas, ligue para 0800 570 0800.

Obrigada.
-
Muito bom. acho que poderia explanar um pouco mais. Mas foi bom.
-
Olá Orli, bom dia!

Obrigada por comentar. Conheça os Blogs do SEBRAE/PR, são temos diversos, ótimos para serem discutidos com empresários experientes, acesse: http://bit.ly/14jWfGA


Obrigada e boa sorte!
-
Excessivamente superficial. Fiz este estudo há pouco tempo. As variaveis a serem consideradas são muitas e dificilmente se chega a uma conclusão definitiva. A escolha acaba sendo feita a partir dos estudos mas com um percentual significativo de "se..." Nossa legislação, infelizmente, visa mais confundir do que efetivamente ajudar. É só pegar o tal do Anexo V do Simples e ver...
-

Olá Ivanir, boa tarde!

Obrigado pelo comentário. O SEBRAE/PR tem satisfação em auxiliar no sucessos da sua empresa. Agende um horário apartir de 07 de janeiro com um de nossos consultores através da nossa central de relacionamento 0800 570 0800 e saiba mais como conseguir o sucesso do seu negócio.

Obrigada, sucesso e boas festas.

Boletins especiais