Histórico

Mais votados

Cadastre-se

Preencha os campos abaixo para receber o Boletim do Empreendedor gratuitamente:


Micro e pequenas empresas precisam estar no Facebook para ter presença digital consistente

Edição: 01/2013

O Facebook cresceu 438% no Brasil, segundo dados da Serasa Experian. Em novembro de 2010, ele respondia por somente 5,5% das visitas às redes sociais, este ano o índice chegou a 29,6%. Com o Facebook mostrando para valer sua força no Brasil, as marcas aproveitaram o canal para se relacionar e engajar seus consumidores. Diante disso, as micro e pequenas empresas também precisam se preocupar em manter presença na mais famosa das redes sociais. Para isso, os microempresários precisam dispor de tempo para conhecer o funcionamento da rede até para explicar o que querem para algum profissional que trabalhe com a ferramenta.



Para Rafael Ziggy, estrategista digital na Agência Africa e professor na Clear Educação, entender o Facebook e as oportunidades de negócio dentro deixa mais claro o que pedir para uma agência digital ou profissional que trabalhe com a rede social. “Dá trabalho, mas vale a pena”, avalia.

Na opinião de Ziggy, uma empresa deve estar onde o seu consumidor está. “E quando falamos de internet, o Facebook tem uma penetração de quase 80% da população digital brasileira. Sendo assim, o Facebook torna-se uma ferramenta indispensável para a maioria das empresas que quer ter uma presença digital consistente”, destaca.

Ziggy comenta que não existem regras básicas para os empreendedores terem sucesso no Facebook, mas como em qualquer estratégia de comunicação é importante estudar o comportamento e hábitos do público-alvo, neste caso, no meio digital. Descobrir quais assuntos tem maior aderência com o consumidor e que canais ele costuma acessar é importante para definir a ação de comunicação. “Enfim, o ponto de partida para ter sucesso no Facebook é entender muito bem com quem você irá falar. E muitas dessas respostas podem vir com pesquisas fora da internet”, explica.

Segundo Ziggy, existem vários exemplos de sucesso de empresas que estão no Facebook, como empresas do ramo do vestuário e casas noturnas regionais. “Vejo empresários utilizando muito bem o meio para se aproximar e manter o relacionamento com o seu consumidor”, comenta. O Facebook, de acordo com ele, é uma forma de divulgar promoções especiais, chegadas de novos produtos e de pesquisa de satisfação com os consumidores.

Para o micro empresário que não é familiarizado com o uso do Facebook, Ziggy acredita que a melhor forma de aprender é fazendo. “Começar criando o próprio perfil e entendendo um pouco da dinâmica de utilização da ferramenta entre as pessoas. E depois colocando um olhar profissional sobre o Facebook, analisando a maneira como as pessoas se relacionam e produzem conteúdo é um caminho a seguir”, orienta.

Depois desse passo inicial, o especialista aconselha a aprofundar um pouco mais o conhecimento sobre o Facebook estudando materiais que estão disponíveis na rede. Uma boa dica, segundo ele, é ficar atento nos sites que o próprio Facebook criou para isso. No facebookstudio.com, por exemplo, têm vários cases listados para entender como outras empresas estão gerando negócio a partir do Facebook. E no facebook.com/BrasilMarketing e facebook.com/pages tem diversos materiais constantemente atualizados para entender como colocar o negócio na maior rede social do Brasil.

Dados estatísticos sobre o Facebook aqui.


Fonte
Revista Empreendedor

Deixe seu comentário:









Digite este número...

O que você achou desta matéria?

Vote e ajude-nos a melhorar.



Os seu e-mail e o seu CPF não serão exibidos nos comentários. Eles serão guardados em nossa base para podermos atender você, cada vez melhor!

Comentários (1)

-
nao tarda esta a fundador do face a cortar de vez o acesso ao face no brasil ele ja ameaçou uma vez, isso e meio caminho andado, para vendas ha canais propios

Boletins especiais