Histórico

Mais votados

Cadastre-se

Preencha os campos abaixo para receber o Boletim do Empreendedor gratuitamente:


Como manter um bom diálogo entre o jurídico e as mídias sociais

Edição: 10/2013

"Nós precisamos conversar"

Quando você escuta essa frase, sabe que o assunto é sério. E é exatamente essa frase que precisa ser pronunciada entre os departamentos jurídico e de mídias sociais de uma empresa. Mesmo com trabalhos extremamente ligados, as equipes desses dois setores dificilmente conversam. Quer dizer, conversam apenas quando algum problema sai do controle, ganha proporções maiores do que o esperado e precisa ser resolvido imediatamente. “As mídias sociais são algo muito novo para os advogados e há certa aversão em entendê-las”, afirma Fernando Santiago, consultor em direito, fundador do espaço de coworking 4Legal e do site Webjurídico.



Márcio Cots, sócio da Cots Advogados, escritório especializado em direito digital e comércio eletrônico, também diz que há uma dificuldade por parte da turma das mídias sociais. “Eles nem sempre entendem que tudo o que eles fazem tem consequências jurídicas”, afirma.

Mas não dá para fugir dessa DR. Se os dois departamentos querem o sucesso da empresa, precisam compartilhar mais que algumas palavras em tempos de crise. Conversei com Santiago e Cots e listo abaixo algumas práticas para um bom relacionamento entre as equipes desses dois setores:

- Procure sempre profissionais qualificados para os dois times e tente achar membros que tenham algum conhecimento sobre o outro departamento. Caso tenha dificuldades em encontrar profissionais com essa experiência, promova treinamentos regulares específicos para cada setor: de legislação específica para a equipe de mídias sociais e sobre marketing e relacionamento nessas redes para o pessoal de jurídico, por exemplo.

- Um canal de diálogo entre os dois departamentos deve ser aberto desde o começo do negócio. No caso de empresas estabelecidas, que foram surpreendidas pelo crescente poder e popularidade das mídias sociais, uma reunião com os dois precisa ser realizada o quanto antes. Nesse encontro, estabeleça um guia de conduta sobre os passos a serem tomados em caso de problemas nos perfis das empresas nessas mídias. Esse guia deve ser propagado entre todos os membros das duas equipes.

- Estimule todos os membros a se interessarem e se atualizarem sobre temas do outro departamento, mantendo todo mundo sempre no mesmo nível de informações.

- Realize reuniões regulares para manter as duas equipes atualizadas sobre o desenvolvimento das atividades que envolvem os dois departamentos.

- Crie um guia também para os momentos de crise, o que agiliza uma resposta e ação dos dois departamentos. “O tempo no meio virtual é muito mais dinâmico. As duas equipes têm de estar preparadas para dar uma resposta unificada e alinhada”, afirma Cots. Eles também devem saber priorizar as crises mais urgentes e determinar as medidas necessárias para cada uma delas.

- O departamento de mídias sociais precisa criar o costume de consultar o jurídico nos casos em que não souber as possíveis implicações legais de determinadas respostas nesses meios. Para Santiago, o jurídico deve ser mais ativo também em sua relação com as mídias sociais, se oferecendo para revisar a parte legal das práticas de comunicação da empresa.

Fonte
Pequenas Empresas & Grandes Negócios

 

Deixe seu comentário:









Digite este número...

O que você achou desta matéria?

Vote e ajude-nos a melhorar.



Os seu e-mail e o seu CPF não serão exibidos nos comentários. Eles serão guardados em nossa base para podermos atender você, cada vez melhor!

Boletins especiais